Satisfação em ajudar os outros

Trabalhando Ritmo e Engajamento no RPG

2020.11.04 21:04 AdsonLeo Trabalhando Ritmo e Engajamento no RPG

Primeira postagem do Tempero do DM, nova coluna no Sopa de Dado. Para acompanhar esse novo material e navegar todo conteúdo do blog é só CLICAR AQUI! ;D
Para a estreia dessa nova coluna aqui no Sopa de Dado escolhi trazer um assunto pertinente a qualquer narrador, novo ou experiente: engajamento e ritmo. Manter os jogadores atentos no jogo, participativos e, ainda assim, garantir o andamento da narrativa proposta, é um desafio enfrentando por todo DM. E essa responsabilidade nunca deixará de ser aterrorizante e excitante ao mesmo tempo.
Engajamento pode ser gerado de diversas maneiras, e sempre dependerá do tipo de história, sistema e composição de sua mesa. Mas, independente disso tudo, existem formas de se alcançar o resultado desejado durante uma sessão. Tentarei expor algumas técnicas e dicas, baseadas em minha experiência própria e materiais de outros DMs, para você aplicar durante o jogo e se sentir pronto para o que der e vier.
E qual forma melhor de começar se não pelo início mesmo: preparando o jogo.

Planejando Para o Imprevisível

O primeiro passo para qualquer sessão é o seu preparo. É quando teremos que escolher e deixar a postos tudo aquilo que acreditamos precisar durante o jogo. Existem n formas de se fazer isso, tantas quanto existem narradores e mesas. Tudo exposto aqui, ou em qualquer outro material, não passa de ferramentas que você terá em mãos para usar quando necessário e com as quais desenvolverá seu próprio estilo.
Dito isto, sou fervoroso seguidor do método dos 10 segredos e pistas do Sly Flourish. Famoso por seus livros The Lazy DM e The Return of the Lazy DM, todo o seu material é muito rico em conteúdo e valiosas técnicas para narradores de RPG. O que ele escreve compõe grande parte do meu cinto de utilidades.
Este método é poderosíssimo quando se trata de estar pronto pro que der e vier e garantir um ritmo de jogo ao longo da sessão. O básico é que você vai listar 10 coisas que os personagens e jogadores podem aprender na próxima sessão. Essas 10 coisas são informações sobre o mundo, seus habitantes e a missão atual, que possam ser relevantes nesse momento. Seja sobre a história do cenário, algum mistério envolvendo um personagem ou NPC, ou a localização de um objetivo, sempre que os personagens forem aprender algo você terá o que dizer, basta pegar na lista.
Agora, expanda isso para outros aspectos do jogo: NPCs, localidades, encontros, tesouros. Ao final você terá uma lista de 10 de cada um destes itens para usar como precisar. Como sugeriu o Sly em um de seus artigos mais recentes, esse método pode ser usado para world building e exercício criativo sempre que precisar.

Clique e Arraste

Nesse método nada listado tomou forma. São apenas idealizações. Como se concretizará vai depender do decorrer do jogo. Já dei um gostinho na sessão anterior mas desenvolverei aqui.
Ao se escrever os segredos e pistas tenha em mente que é apenas isto que será preparado. Você não irá colocar no papel como estes serão descobertos. Como num jogo ou software de clicar e arrastar elementos, eles existem e você terá toda a liberdade para pegar um da lista no momento que tiver a oportunidade e achar ideal.
Precisa revelar a localização do acampamento orc? Ótimo. É possível após o combate, quando o grupo tiver pego um para interrogar. Ou então o líder do bando tinha um mapa no bolso, já que todos foram mortos. Quem sabe um fugiu e deixou rastros facilmente identificados com um teste simples, ou o taverneiro local é um antigo aventureiro que sabe mais ou menos onde fica.
Ou então, uma informação interessante sobre os deuses do cenário pode ser revelada após aquela investigação que um jogador fez no templo, ou no teste de religião ao observar o afresco. Quem sabe eles conversam com o corpo encontrado numa das salas usando magia e este pode revelar algo também. Não? Sem problema, convenientemente havia um diário no bolso dele.
Planejou uma lista de encontros? Ótimo, tanto faz o lugar que estejam, terá algum monstro caso precise.
O que importa é que, independente da situação, você terá em mãos o que mostrar aos jogadores e responder às interações deles de forma satisfatória. E tudo pode ser remodelado em meio ao jogo, também. Pegue a lista de NPCs. Precisa de alguém para dar uma missão ou informação? Olhe na lista. Quem sabe o guarda civil que teria importante informação está em ronda na estrada, ou até virou um mercador viajante na última hora. Acontece.
Nada aqui está escrito em pedra. Apenas o que entrar no jogo existe, e todo o resto vai ser descartado ou retrabalhado para a próxima sessão.

Como Um Relógio

Time Wizard por Earl-Graey Tempo e ritmo caminham juntos, mantê-los sob controle é o trabalho do DM como diretor / maestro. É importante visualizar a sessão de jogo como uma coleção de momentos, cenas, encontros - chame como quiser. A duração de cada uma é muito importante, e deve ser mantida debaixo do braço e tratado com cuidado quando se quer manter todos atentos.
Por mais que seja divertido matar tempo fazendo coisas aleatórias, chega um momento do jogo que a narrativa deve caminhar de alguma forma. Jogadores mais sensíveis ou experientes naturalmente tentam ajudar o DM a expor a história e fazer o jogo correr. Mas nem sempre é tão fácil assim.
Mantenha um sistema de tempo em mente. Seja ficar de olho no relógio ou colocar um cronômetro na sua frente, isso te ajudará a mensurar quanto cada uma das cenas está levando, quanto jogo já foi e quanto resta. Assim poderá tomar decisões bem embasadas de para onde levar a história.
Quando tudo parecer meio arrastado talvez seja porque se passou muito tempo naquela parte do jogo. Aqui você fará esse equilíbrio. Se perceber esses sinais poderá trocar a cena, finalizando a interação com o NPC ou encerrando o combate de alguma forma - talvez com um evento bombástico que os ponha em movimento, ou a chegada de um novo elemento presente na nossa lista discutida anteriormente.

No Compasso Certo

Dependendo do método narrativo que escolher, um controle de tempo te ajudará a manter em mente as marcações chave. Pode-se conduzir a história em um crescendo para garantir seu desenvolvimento e clímax quando necessário for, ou manter o platô até quando for hora de uma grande virada para gerar interesse, suspense ou deixar um mistério, por exemplo.
Por mais que às vezes certas revelações pareçam bruscas e forçadas para nós, narradores, os jogadores dificilmente percebem. Para eles será a história acontecendo. Se estiverem no meio quando rolar e, principalmente, tiverem poder de ação, tudo parecerá 100% planejado e nosso trabalho está feito.
Nos meus jogos, em geral, os separo em fragmentos de meia-hora. Para mim esse pedaço de tempo é o suficiente pra maioria das cenas transcorrer de forma natural. Caso uma demore mais, as chance de ficar próxima da marca da próxima meia-hora são muito altas, e qualquer ajuste que precisar ser feito ficará mais fácil. Além de ser um número redondo, fácil de visualizar, e que separa cada hora de jogo de forma confortável, deixando tudo mais simples.
Caso esteja em dúvida comece primeiro marcando quanto tempo leva as partes em seus jogos. Observe e faça uma média para ter noção de como você e sua mesa se comporta. Depois, sistematize isso e passe a dividir o tempo e visualização do jogo e sua ação em fragmentos. Leve em conta que cenas, principalmente alguns combates, podem levar bem mais que a média. No final você terá uma estrutura mais ou menos confiável para se guiar nas revelações e conduções ao longo da sessão.
O que acontece é que os jogadores se engajarão de forma inesperada em algum aspecto e ele será prolongado. Se todos estiverem se divertido não tem porque não continuar. Essas interações surpresa são, geralmente, o que dão o efeito de se preparar muito mais do que precisa. Nos meus jogo a tendência é utilizar cerce de metade do que preparei, seja porque uma cena durou mais ou porque o grupo se interessou por algo fora do planejado e segui a correnteza.
Nesse caso será necessário exercer toda sua sensibilidade e percepção como DM para seguir com o fio mas, ainda assim, ter na cartola algo interessante para dar sequência. Quando uma cena se prolonga a tendência é terminar numa baixa narrativa e de energia - o que não necessariamente significa que foi não satisfatória. O relógio mais uma vez ajudará - dependendo de quanto tempo falta você pode decidir o que cabe ainda na sessão ou se vale mais a pena guiar todos para o cliffhanger.

Cenas do Próximo Capítulo

Como dito, esse método também te ajudará a decidir quando encaminhar a sessão para seu fim, baseado em quanto tempo de jogo vocês costumam ter.
Tendo em mente quanto tempo se passou e falta, e onde o grupo está posicionado, temporal e espacialmente, é possível conduzir o jogo e soltar as peças que precisar para criar um final interessante. Essas viradas, revelações e momentos chocantes deixarão os jogadores com a pulga atrás da orelha e o sangue fervendo para a próxima sessão. Na dúvida, lembre-se: é sempre melhor terminar um pouco mais cedo e criar expectativa do que prolongar desnecessariamente uma sessão.

Mas... e os Personagens?

Claro que não os esquecemos. A forma mais simples de se engajar diretamente com os jogadores é por meio do background de seus personagens. Sempre que possível integre suas histórias de vida ao jogo e narrativa. Dessa forma terá um gancho fácil onde se prender para trazê-los não só imediatamente para o jogo, mas também garantir um interesse a médio e longo prazo.
O maior trabalho para o DM neste ponto será decidir quando e como trazer pontos de background para o jogo e, principalmente, a divisão de holofotes. Dividir de forma justa os focos é um desafio tremendo. Cada jogador gosta mais ou menos de ser o centro das atenções, e alguns ficam muito satisfeitos em simplesmente seguir a história principal e as de seus companheiros. Tudo vai depender da composição da mesa e observação ao longo dos jogos.
Uns personagens possuem ganchos mais óbvios ou fáceis de integrar, enquanto outros apresentarão desafio maior. Se o cenário utilizado for seu próprio talvez a coisa seja mais fácil e consiga modificar como quiser para adequar o grupo. Nos cenários e aventuras prontas o desafio pode ser maior. Em minha experiência, a maioria das aventuras possuem uma quantidade de elementos tão grande que quase qualquer arquétipo de personagem consegue encaixar em algum lugar (clichês e arquétipos são maravilhosos e devem ser usados).
Faça uma sessão zero, ou pelo menos converse com os jogadores durante a criação de personagem, para ligar pontos e integrar todos no mundo de jogo. Deixe os jogadores por dentro do tema da aventura para que já trabalhem o personagem com isso em mente. Os ajude durante esse processo, guiando para que alcancem o resultado desejado por eles e fiquem em uníssono com seus próprios planos. E fique de olho nos detalhes da aventura para aqueles ganchos menos óbvios mas que são poderosos.
De toda forma, desde arcos completos focados em alguém, até diálogos com NPCs mundanos relacionados, tudo é válido para fazer um ou mais jogadores específicos interagirem intimamente com a narrativa. Dá a sensação de pertencimento e satisfação, além de ser ótima fonte de aventuras futuras e objetivos paralelos.
Quando integrados no jogo, os interesses particulares dos personagens passarão a ser parte fundamental do mundo e, fechando o ciclo, comporão nossa fabulosa lista de peças para clicar a arrastar durante cada sessão.
submitted by AdsonLeo to rpg_brasil [link] [comments]


2020.10.22 04:57 Trynoum Meu relacionamento era abusivo e eu nem me dava conta

Primeiramente, deixem-me dizer que é um alivio poder falar em um subreddit brasileiro, muitas vezes eu conversava com gringos mas eu me sinto mais confortável conversando com BR msm. Bom, a um pouco mais de um ano atrás, eu comecei a ficar mais proximo de uma amiga minha, a gente começou a conversar, e eventualmente saimos juntos e começamos a namorar, era tudo muito bom, a gente se entendia e realmente amava um ao outro, com o passar do tempo, ela começou a demonstrar um pouco mais de ciúmes, e como eu sou uma pessoa que também sente bastante ciúmes, eu entendi os sentimentos dela e quis fazer a vontade dela, perguntar oque que tava deixando ela triste e essas coisas, a gnt conversou e conseguimos até ficar em uma relação saudável.
Um tempo depois, ela começou a agir estranho, e confessou se sentir meio mal por eu assistir pornô, porque aquilo era eu prestando atenção no corpo de outras mulheres e aquilo deixava ela mal, desde esse ponto, meu cérebro já ficou com um pé atrás, tipo, poxa, é normal ver pornô mesmo em um relacionamento, eu acabei pesquisando e isso não era problema pra maioria dos casais(tenham em mente que eu não tinha muita experiência em relacionamentos na época), porém eu meio q só concordei em não ver mais, contanto que a mesma coisa se aplicasse a ela, alguns meses se passam e ela fica mais agressiva comigo, eu não posso mais curtir a foto de uma amiga minha porque isso deixa ela pensando que eu quero ficar com aquela pessoa, mas quando ela curte a foto de um menino, até sem camisa ou algo um pouco mais "sensual" e eu tento trazer isso pra conversa ela simplesmente fala "não percebi" ou algo do tipo e pede desculpas como se não fosse nada demais, sendo que quando eu fazia até menos eu era xingado e julgado por ela.
Depois de um tempo as coisas começaram a ficar realmente sérias, eu parei de conversar com uma caralhada de gente pra ela não ficar triste, mas ela parecia não se importar quando eu dizia que sentia ciúmes por alguem, e isso chegou a um ponto onde, se a gente tivesse conversando por texto, eu nem reconhecia mais a minha própria namorada que tava comigo a mais de um ano. Eu amava muito ela, ou pelo menos a versão dela que eu pedi em namoro, então eu sempre segurava os sentimentos só pra mim e esperava que, quando eu conseguisse a ver pessoalmente a gente resolveria, bom, quando a gente se via pessoalmente ela prometia não me tratar mais daquele jeito e outras coisas, mas uns 3 dias depois ela voltava a me tratar do mesmo jeito ou até pior, quando eu falava pra ela que eu tava sendo tratado mal e do mesmo jeito que antes, ela ficava brava e ameaçava terminar comigo ou até mesmo me trair, falando coisas como "vou mandar foto sem calcinha para aquele amigo meu" e coisas assim, tinha vezes que, ela entrava na minha conta do instagram pra ver se eu tinha visto um stories específico que em teoria eu não "deveria ter visto" sendo que muitas vezes eu só deixava os stories rolando enquanto fazia outra coisa.
Eu me cortei, tanto meus pulsos quanto um pouco da minha barriga, mas logo depois eu percebi que aquilo não ia ajudar em nada e só ia me trazer um sentimento bom momentaneamente, então eu parei de vez logo depois da primeira vez. Por mais que eu amasse ela de um jeito descomunal, quase como se eu amasse ela mais que eu mesmo, depois de um tempo eu comecei a me dar o real valor que eu tinha, e o jeito que ela me tratava não me fazia mais chorar e sim perceber o quão mal eu tava sendo tratado esse tempo todo, dessa vez eu não esperei pra ver ela pessoalmente, eu simplesmente falei que não queria mais nada e só vazei. Eu fiquei mais de um ano e alguns meses em um relacionamento abusivo, e eu nem sabia que era abusivo até terminar e ir pesquisar sobre, eu basicamente não tinha opinião, meus sentimentos não importavam e eu tinha que dar o maximo de satisfação possível pra ela, se não ela me ameaçava terminar ou me trair.
Era isso, eu precisava falar isso pra alguém então resolvi me expor aqui pra vocês, hoje em dia eu to bem melhor e percebi o quão otário eu tava sendo de continuar naquele relacionamento, ela basicamente fazia o que quisesse comigo e eu so deixava, eu voltei a falar com vários amigos com os quais eu tinha perdido o contato e eu acho que ta tudo bem agora.
submitted by Trynoum to desabafos [link] [comments]


2020.10.18 14:37 Fk2justice [Sério] Realização profissional e cursos superiores

Boas.
Entrei este ano em Engenharia Informática, só que, não sei se é da área, das dificuldades que estou a sentir, ou se das dúvidas que sempre tive.
Esta já é a minha 3ª matricula no ensino superior em outros tantos anos. Estive em Economia em Aveiro quando saí do secundário (vinha de socioeconomicas do secundario e pensava que era o único rumo que podia seguir, na minha "zona de conforto"), depois de lá ter feito 1 ano desisti (não era minimamente puxado pelas matérias e, apesar de me safar a matemática, detesto-a) e fui fazer o exame de Biologia e Geologia (consegui tirar 18 mesmo nunca tendo a disciplina). Pensei eu que se calhar queria era Fisioterapia (por ter estado ligado ao desporto na minha infancia), e aconteceu o mesmo, apesar de pensar achar que a área da saúde era mais a minha praia, sinto me bem a ajudar o outro/ a comunidade.
Posto isto, pensei que se calhar não havia um curso superior que me desse satisfação, mas de qualquer das formas fui fazer o exame de Fisica e Quimica (tirei 16, para o caso de um dia precisar de o usar) e candidatei-me a Eng Informatica, apenas pelo simples facto de ter bastante empregabilidade e dar bons salários (venho de uma familia não muito afortunada). Fiz uns cursos de programação no Khan Academy e não detestei de todo na altura, então tentei.
Mas mais uma vez me encontro completamente perdido, detesto o que estou a estudar, os que estão a minha volta ou dizem para seguir o que realmente quero (que eu não sei bem) ou dizem para acabar o curso porque terei emprego na altura.

Sinto que estaria mais virado para Ciencias Farmaceuticas, Biologia, Biotecnologia ou um curso assim mais relacionado com biologia (foi a disciplina que mais gostei).
Ja ando no psicologo e realmente acho que tenho depressão ou ansiedade, fiz testes de orientação vocacional e direcionaram-me para CFarmaceuticas, Medicina, Medicina Veterinária. Há momentos em que sinceramente penso que qualquer curso que escolha me vai dar este tipo de pensamentos, e que o futuro não será risonho para mim, independentemente do que escolha.
O que me aconselham fazer? Desisto e vou trabalhar até achar uma área que goste, ou fico e tento eventualmente gostar da área da informática?
Desculpem pelo post longo. Agradeço a quem me conseguir ajudar
submitted by Fk2justice to portugal [link] [comments]


2020.10.15 22:58 AdsonLeo [Encontro Miojo] Tiro ao Alvo

Olá pessoal! Mais um encontro aqui para você que, como empre, também está disponível no meu blog.
O encontro de hoje é na verdade duas sugestões de minigames para você colocar na mesa. Estas gincanas divertidas são elaboradas por gigantes das nuvens. Ávidos atiradores de pedra, os gigantes tem orgulho de seus poderosos braços e precisão milimétrica.
Talvez os aventureiros foram pegos numa disputa entre clãs gigantes e os líderes clamam pelo voluntariado deles. Quem sabe um amigo gigante precisa se distrair ou treinar pro próximo Campeonato Mundial de Arremesso. Ou uma poderosa gigante das nuvens é a guardiã de uma masmorra, castelo ou portal que levará a grandes aventuras e tesouros sem fim.
Seja como for, os jogos são: Derrube a Ave e Pequenino na Cesta. Permita que o grupo decida entre si em qual jogo cada um participará. Se possível personagens diferentes estarão em cada round, e o próprio gigante pode sugerir ou demandar isto. Desta forma não só todos os jogadores se divertirão nos minigames, mas também escolhas óbvias para mais de uma rodada terão de ser melhor feitas.
Nomes em negrito se referem a criaturas encontradas em material de D&D 5ª edição e serão seguidos por uma notação entre parênteses com o nome do livro e página em que se encontram.

Derrube a Ave

Gosto de pensar que o nome deste em inglês seria Roc Thrown, uma joguete com Rock Thrown - atirar pedras - e Roc, a ave. Imagino que o tamanho delas e a pretensão de serem senhoras dos céus daria a dose certa de desafio e satisfação sádica aos gigantes das nuvens entediados. Ou então o ódio entre eles e dragões leve os gigantes a criarem desculpas para atirar coisas contra tudo o que voa e ouse invadir seus domínios nas nuvens.
Seja como for, um cloud giant (Monster Manual, 154) com a variante New Giant Option (Storm King's Thunder, 245) precisa de alvos para seu arremesso de pedras. Um dos personagens deve servir. Ele informa que ele próprio pode conjurar a magia fly para permitir que o voluntário voe até 240 ft (alcance máximo do ataque com pedra do gigante) no ar. O gigante então terá três chances para acertar atirando pedras muito lisas e aerodinâmicas, que se assemelham a discos.
O gigante não se opõe a qualquer artifício que aumente as chances da criatura desviar, como aumento de CA, magias de escape como Mirror Image, etc. Porém, apenas os participantes deste jogo podem fazê-lo. Todo o dano dado pelos arremessos será não letal, apenas deixando o personagem inconsciente caso chegue a 0 pontos de vida. Se necessário for, o gigante conjura feather fall para ajudar um personagem a chegar seguro ao solo.
Caso queira podem ser efetuadas até 3 rodadas deste jogo, uma vez que um cloud giant pode conjurar até três vezes ao dia cada uma das magias fly e feather fall. Se mais de um gigante participa da brincadeira faça quantas achar cabível.

Pequenino na Cesta

Nesta variante do jogo Anão no Barril, o gigante prepara uma arena circular com diversas cestas distribuídas ao longo da borda. Essa distribuição é feita de forma que, independente de onde alguém estiver na arena, a pelo menos 60 ft terá uma cesta. Cada cesta tem tamanho o suficiente para acomodar uma criatura de tamanho médio.
Junto do gigante, na arena, estarão os personagens voluntários. A função deles é apenas escapar. A do gigante é conseguir chegar perto o suficiente de um personagem e arremessá-lo para uma das cestas. Para isso use a ação Fling presente no gigante variante de SKT.
Este jogo tem um número de rodadas limitadas ao dobro da quantidade de alvos. Assim, o gigante tem um pouco de margem de erro. Personagens muito ágeis ou espertos, que consigam escapar das primeiras tentativas do gigante, acabarão rápido com o jogo. O gigante arremessa com precisão e acerta automaticamente em uma das cestas personagens que não tenham sucesso no teste de resistência. O dano é aplicado da mesma forma e sempre não letal. Um personagem que caia numa cesta está fora do jogo e deve deixar a arena.
Para todos os fins é proibido voar, se tornar invisível, modificar o tamanho do corpo para ficar menor que small ou maior que medium, ou usar qualquer outro truque que inviabilize as chances do gigante perceber e interagir com um personagem. Com mobilidade e sagacidade o suficiente é possível manter distância e achar formas de não cair na cesta.
Gostou dos jogos? Tem alguma crítica, elogio ou sugestão? Deixe um comentário! Se tiver usado alguma ideia apresentada no texto comente aí como foi, adorarei ler como tudo se deu na sua mesa. Até a próxima.
submitted by AdsonLeo to rpg_brasil [link] [comments]


2020.10.09 01:48 Humble_Author4284 Exposed das minhas tias + 2019 só acontecendo bosta. P.s.: espero que as coisas continuem boas

A 7 anos atras (eu acho), eu e minha familia nos mudamos com o objetivo de unir a familia (a gente morava no interior de espirito santo, minha tia tinha acabado de chegar dos eua e minha outra tia de brasilia), Então fomos todos pra Paraiba tentar juntar a familia e taus.
No começo só eu e as pessoas que moravam comigo fomos pra la, as minhas tias estavam morando em são paulo nessa epoca, então estavamos sozinhos lá. Tudo estava tudo bom, como nós não tinhamos preocupaçoes em questão de dinheiro, nós compramos um apartamento que ainda estava em construção e alugamos um outro para ficarmos nesse tempo. Dessa parte eu não lembro bem porque eu era muito novo, mas a gente teve que vender o apartamento e a gente comprou outro por causa de espaço.
Se passou um tempo e (é pessoal) mas aconteceu uma coisa muito ruim nesse predio e a gente se mudou pra uma casa (não tinhamos conseguido vender o apartamento então a casa era alugada).
Então passou-se um tempo e o meu avô com a minha mãe abriram um negocio de doces em um shopping. Eles fecharam negocio com o proprietario da loja e começaram. Tava tudo indo bem até que o meu avô descobriu que o antigo proprietario tinha passado a perna no meu avô e a gente perdeu muito muito dinheiro. Foi horrivel.
Então a minhas minhas tias chegaram (não lembro se ao mesmo tempo) mas ela tinha alugado uma casinha até que perto de onde a gente morava, mas ai o meu avô conseguiu dar de presente pra uma delas (pra de brasilia), uma casa que era praticamente do lado da nossa. E o meus avos ficou mais feliz ainda pq a gente se via quase todos os dias.
Ok, agora que começa a merda. (de novo, eu não lembro muito bem porque eu era muito novo na epoca)
Mesmo a nossa casa sendo um pouco grande, nem todas as coisas couberam lá, então a gente pediu pra que a minha tia ficasse com elas, só até sla, vender o apartamento, n lembro. Então ela ficou. Essa parte eu to tentando de tudo pra lembrar, mas eu acho que ela roubou algumas coisas e teve uma briga feia entre ela e o povo daqui de casa.
Ai eu não lembro direito se a minha outra tia chegou e as duas começaram a morar juntas (e colocou a casa pra alugar), ou se o povo fez as pazes mas ela foi morar com a minha outra tia. Enfim, ela foi morar com ela e colocou a casa pra alugar. O meu avô ficou bem triste pq ne, ele comprou a casa pra ela e ela larga assim, mas tá.
Agora começamos com outra coisa.
Desde que essa minha tia dos eua chegou, ninguem daqui de casa tinhamos conhecido a casa dela (o maximo ir até a entrada). Ela nunca chamou pra entrar e taus. Então a gente descobriu que era o marido dessa tia (eua) que não gostava da gente, e não queria ninguem na "casa dele".
Teve até uns negocio nisso delas morarem juntas pq o marido da tia de brasilia ficava implicando com o filho da de eua, mas resumindo, por causa disso elas pararam de morar juntas.
Depois de um tempo eu acho que não teve mais brigas. Então a gente resolveu ir pra Brasilia (não lembro pq mas a gente foi).
Foi muito bom (pra mim), mas só acontecia bosta la. Minha bisa faleceu, minha cachorra e o meu tio avô quebrou a perna e teve que ficar acamado. E eu vejo que pra mim foi uma das melhores epocas da minha vida la, mas pra minha mãe principalmente foi horrivel, pq ela que cuidava do meu tio avo e taus, mas enfim.
Por causa do apartamento que a gente não tinha vendido ainda, a gente teve que voltar.
E agora chegamos a 2019, onde o circo pega fogo.
Como o predio estava em reforma, a gente teve que ir morar na casa da minha tia de eua (que tinha se separado do marido dela amem).
Foi bonzinho no começo (mesmo que eu e o meu primo não nos dessemos muito bem), a minha mãe principalmente tava bem feliz pq ela sempre ia na praia com as minha tias e taus (quando conseguia, pq ela ainda tinha que cuidar do meu tio avo).
Mas então ele foi diagnosticado com cancer de pele, e cara, que coisa.
Nesse tempo também a gente tava começando a ficar sem dinheiro, então a minha mãe tentou um processo judicial la que era pro meu tio avô me adortar (minha mãe é solteira e taus). Não vou entrar muito no assunto pq eu não entendo dessas coisas, mas não deu certo.
Então esse meu tio avô foi diagnosticado com cancer de pelo, e cara, que coisa.
Então todo aquele trabalho que a minha mãe tinha pra cuidar dele multiplicou. E ela não aguentava mais, então a gente conseguiu contratar (não lembro o nome) mas era tipo uma enfermeira que vinha em casa pra cuidar dele e taus.
Então depois de muito tempo a minha mãe começou a descançar mais, se divertir com as minha tias blabla.
Mas ai o meu tio avo faleceu, e deu muita merda, pq basicamente a gente sobrevivia da aposentadoria dele (de novo, eu não entendo dessas coisas, mas isso tem a ver com o pq de eles quererem que ele me adotasse), e a gente tentou passar o dinheiro dele pra minha mãe, mas n tava dando pq o brasil é um coco.
Então deixando isso de lado, vamo aonde começa a merda que era: basicamente, a minha tia não fazia merda nenhuma em casa.
Vamo la.
A casa dela é muito grande, então obviamente ela sla, ajudaria a limpar ne? kkk não. A minha mãe tinha que limpar tudo sozinha, enquanto ela sempre saia (ou ficava o dia todo no quarto dela) pra não precisar limpar.
Nunca cozinhava. A minha vó dizia que quando ela foi pra la, ela achava que sla, ia descançar (pq desde que eu nasci eu acho, a minha vó sempre foi a que fazia comida), então por estar na casa de outra pessoa talvez a minha tia ajudasse sla. kkkknão.
Ela sempre saia e nunca chamava a minha mãe. Ela até começou a se perguntar o que ela tinha feito de errado, pq ela sempre ia pra praia com a minha outra tia, mas nunca chamava a minha mãe. Ele até perguntava pra ela o que que ela tinha feito pra ela, pq ela nunca nem lavava a varanda ou varria o proprio quarto velho. (A gente não vai entrar no assunto com o meu primo pq o foco são as minhas tias, mas ele era preguiçoso e mimado pra caralho e nunca fazia nada alem de ficar o dia inteiro gritando no video game dele)
Ok
Então chegou a primeira briga que foi do nada num churrasco e tava todo mundo la, ai eu não lembro como começou, mas a minha tia começou a falar uns bagulho que a minha vó tinha dito pra ela, por exemplo, q ela queria que a minha tia fosse pros eua (eu n tenho como confirmar pq eu n era nem nascido), mas foi uns negocio assim, e de como a minha mãe mal tratava o meu tio avô, enfim.
Teve esse bagulho ai, mas n foi tão pesado. Depois de uns 2 dias eles já tavam se falando de novo (mas eu acho que foi dai que eu comecei a ignorar a minha tia e o meu primo).
Então esse ano já, a gente tava decidido que a gente ia voltar pro apartamento pq a gente n aguentava mais. Mas a gente não disse nada pra minha tia. Então só quando a gente começou a empacotar as coisas que a gente contou eu acho, e foi ai que deu ruim mesmo.
(Eu tava dormindo nessa hora, então eu não vi ao vivo, mas a minha mae e a minha vó ficaram falando sobre isso bastante ent é como se eu estivesse la)
De manhazinha, a minha tia (junto com a minha outra tia de brasilia) foram tirar satisfação com a minha vó do pq que a gente tava indo embora, então ela botou pra fora tudo que ela fazia e taus, ent ela ficou muito puta e começou a falar um monte de coisa pra ela e gritar muito. Ai a minha mãe apareceu e começou a gritar tbm ne. (MInha tia quase deu um soco na minha mãe, segundo ela). Ent como a minha vó tem problema de coração, ela desmaiou e a minha mãe foi tentar ajudar, mas a tia de brasilia segurou ela pelo pescoço e não deixou ela chegar perto da minha vó, enquanto a minha vó gritava pra ela (minhas tias) sairem de la. Quando eu acordei, a minha vó ja tava subindo pro quarto dela.
Ai a gente começou a arrumar as coisas o mais rapido possivel, e tbm paramos de falar com ela. Agora ela literalmente ficava trancada no quarto o dia todo, comia la, as porra tudo, mas foi bom que a gente n precisava ver ela.
Ai a gente saiu de la, e uns dois dias antes eu acho, a gente conseguiu confirmação pra receber o auxilio emergencial, ent tava tudo dando certo. A gente voltou pro predio em junho tamo aqui até hoje.
As coisas tão indo muito bem, e ontem a minha mãe recebeu uma confirmação de que o processo do dinheiro do meu tio avo deu certo (é foda pq era pra receber esse dinheiro em até 2 meses, e a gente foi receber 1 ano depoiskkk).
Eu esqueci de dizer algumas coisas, como o cancer de mama da minha tia de eua (e o meu avô ter pagado pra ela fazer a cirurgia), e as merda que deu pra ela por causa de uns bagulho que ela fez mas foda se ne.
É isso, acho que é impossivel que alguem tenha chegado ate o final pq alem disso ter ficado enorme, eu escrevo muito malkk.
submitted by Humble_Author4284 to desabafos [link] [comments]


2020.09.29 16:11 Vedovati_Pisos Marketing para academias: As 5 estrelas das Academias Campeãs

Estas palavras são a primeira frase da nossa campanha #EscolhaSerCampeão, e é a partir dela que nós criamos a seleção que irá convocar a sua Academia para se tornar um negócio muito mais rentável, lucrativo, levando cada vez mais pessoas a praticarem bem-estar e obterem melhor qualidade de vida.
Mas como a frase diz, para sua academia se tornar campeã, tudo depende de uma escolha: a sua. E para chegar grudar esse título no coração da sua academia, é preciso trabalhar muito bem as 5 estrelas do Marketing Para Academias Campeãs.
1. Produto: A melhor experiência para seu cliente sempre
Ofereça os melhores e mais eficientes produtos e serviços que atendam as reais necessidades dos clientes.
Praticar atividade física em sua academia deve proporcionar ao aluno, uma experiência de encantamento, satisfação e muito bem-estar. E que funcione.
Garanta que as atividades que você possui em sua academia, sejam as melhores modalidades da sua região.
Fique atento aos anseios e desejos do seu público, que podem mudar com o tempo. Saber identificar as preferencias que seus clientes desejam irá te ajudar quando, por exemplo, for necessário investir na implementação novas atividades, programas de resultados e equipamentos.
2. Vendas: Mais que uma equipe de vendas, a seleção de vendedoras da sua Academia.
A melhor palavra chave, que define uma Equipe de Vendas para Academias Campeãs é: empatia.
Empatia: no Marketing para Academias Campeãs, um bom vendedor é aquele que sabe se colocar no lugar do cliente para entender o que ele precisa. Diante disso, o vendedor poderá oferecer a melhor opção de produtos/serviços que a sua Academia oferece.
O importante aqui é pensar não apenas se o cliente vai o não assinar o contrato da matrícula, mas levá-lo a decidir, de maneira honesta e sincera, que a atividade física praticada dentro da academia é a melhor forma de cuidar da saúde e agregar mais bem-estar qualidade de vida.
Quanto mais benefícios a vendedora demonstrar ao cliente que ele terá praticando atividade física na sua academia, mais positiva e eficiente será a venda. Afinal, a compra é como uma troca: o cliente paga por aquilo que realmente lhe traga vantagens, valor e solucione seus problemas e a academia entrega tudo isso através dos serviços que oferece.
Outro ponto, que vale ressaltar, é o contínuo Treinamento da Equipe de Vendas da Sua Academia. Sempre que puder, invista na qualificação de seus vendedores, para que o trabalho que eles já desenvolvem se torne cada vez mais eficiente.
3. Local: Academia é o melhor lugar para prática de Atividade Física, mas tem que funcionar.
Garanta que sua academia proporcione um ambiente em que seu cliente possa praticar as atividades e alcançar seus objetivos de forma fácil e confortável.
Isso significa, por exemplo, ter equipamentos que funcionem, um local limpo, agradável como se o cliente se sentisse em sua segunda casa.
4. Comunicação:
“A publicidade é a alma do negócio”, diz a popular frase. No Marketing Para Academias Campeãs mercado de academias isso não é diferente.
Comunique os benefícios e vantagens dos serviços que sua academia oferece, utilizando uma linguagem que atinja o emocional do cliente, mostrando que seu negócio é o melhor lugar para ele resolver seus problemas através da atividade física.
5. Relacionamento com o Cliente:
Para conquistar a última estrela do Marketing Para Academias campeãs é preciso entender que a venda não acaba quando a pessoa assina o contrato de matrícula da sua academia. Agora que ele é seu cliente, o processo de fidelização deve ser constante, para que continue a frequentar sua academia por muito mais tempo.
A experiência de usufruir a academia é percebida pelo cliente de diferentes formas. No bom atendimento e relacionamento com os professores, atenciosos e realmente preocupados em ajudá-lo a alcançar seus objetivos.
Os melhores pisos para a sua academia estão aqui!
Nossos pisos para academias trazem beleza, resistência, praticidade e economia. É tudo o que você precisa para a sua academia !

https://www.vedovatipisos.com.bnoticias-artigos/marketing-para-academias-academias-campeas/
submitted by Vedovati_Pisos to u/Vedovati_Pisos [link] [comments]


2020.09.25 21:14 Vedovati_Pisos Veja aqui razões e dicas para você comprar um cavalo

Veja aqui razões e dicas para você comprar um cavalo
Está pensado em comprar um cavalo, mas tem dúvidas sobre esse investimento?
Antes de comprar o seu primeiro cavalo é importante considerar qual é o tipo ideal para você, e ter todas as informações necessárias antes de trazer o cavalo para casa.
Não, cavalos não são um investimento barato. E sim, eles exigem cuidado, tempo e atenção.
Se você está pensando se deveria comprar um cavalo, provavelmente está considerando diversos fatores como valor, tempo disponível e até mesmo vantagens de ter o animal.
Acredite, muitas pessoas já estiveram antes nessa mesma situação de dúvida. Mas tomaram a decisão e desfrutam hoje de muitos dos benéficos de um proprietário de cavalo.
Antes de comprar seu primeiro cavalo ou pônei, é importante levar em conta antes de tudo para qual finalidade quer um cavalo, qual o montante de dinheiro disponível e com isso, poderá escolher a raça ideal para você, pois cada raça de cavalo possui suas particularidades morfológicas, uma índole típica, como também as suas aptidões para o trabalho, esporte ou para o lazer e andamentos variados.
Cavalo ou pônei?
A sua altura, idade e experiência são os primeiros fatores a considerar. Genericamente falando, as crianças se dão melhores com pôneis e os adultos com cavalos. Mas isso não é uma regra. Uma pessoa adulta de pouco peso pode se sentir confortável com um pônei mais robusto. Em contrapartida, um adolescente alto pode se dar melhor com um cavalo mais baixo. O tamanho é importante porque a forma como você monta o cavalo afeta diretamente o desempenho e a habilidade da cavalgada.
Cavalo experiente ou novato?
A compra de um cavalo já treinado e experiente ou um novato que ainda não foi treinado depende de você. Se você for um cavaleiro iniciante, um cavalo já treinado e que está acostumado com a sela é mais recomendado, seja para um passeio simples ou para saltos com obstáculos. As coisas ficam muito mais fáceis e mais prazerosas se o seu cavalo já tiver o treinamento no segmento que você deseja.
Já os cavaleiros experientes, por outro lado, terão mais satisfação ao domar e treinar seu cavalo. Ganhar seu primeiro prêmio em um campeonato é muito mais recompensador quando você ensinou ao seu cavalo tudo o que o levou à essa vitória.
Se você quer entrar em uma competição imediatamente, então é apropriado optar por um cavalo que já está treinado para o tipo de categoria que você deseja.
A raça do cavalo faz diferença?
Enquanto algumas raças são criadas para um tipo específico de trabalho, a maioria dos cavalos são adaptáveis e capazes de fazer o que você quiser. Alguns cavalos se encaixarão melhor em uns aspectos do que outros, obviamente. E tudo depende de qual atividade você deseja realizar com o equino.
Existem muitas raças diferentes de cavalos. Algumas são mais conhecidas, outras mais específicas.
Para ajudar na escolha certa, você deve conversar com criadores experientes e visitar alguns haras para saber exatamente qual o cavalo ideal para você.
8 razões para você comprar um cavalo
1 – Ajuda a manter a sua forma
Qualquer pessoa que cavalgue regularmente pode atestar o fato de que essa é uma excelente atividade física. Andar a cavalo é uma ótima maneira de se manter fisicamente ativo, especialmente na idade adulta. E se apenas cavalgar não for o suficiente, você pode fazer todas as tarefas de celeiro como um desafio extra.
2 – Seu cavalo vai economizar o dinheiro da terapia
Cavalos oferecem um grande alívio para o stress, e cavalgar no campo é a maneira perfeita de esquecer seus problemas – sejam eles profissionais ou pessoais. Os cavalos são ótimos terapeutas e a conexão emocional que você desenvolverá com o animal será intensa.
3 – Cavalgar é uma grande atividade social
Quando você vai até a baia do seu cavalo, no celeiro, é certo que acabará interagindo com outros donos, cavaleiros e treinadores. Ao andar e cuidar do seu cavalo, você terá a chance de interagir e socializar com outras pessoas. Amplie seu círculo social e agende cavalgadas com seus novos amigos.
4 – Seu cavalo pode lhe ajudar a ter mais autoconfiança
Os cavalos podem ser poderosos impulsionadores de autoconfiança. Conforme você desenvolve sua habilidade de cavalgar e constrói uma conexão com seu cavalo, a sua autoconfiança aumenta. E você poderá empregar essa confiança em outras áreas da sua vida, como no trabalho ou nos relacionamentos.
5 – Seu cavalo lhe ensinará dedicação
Cavalos exigem uma grande quantidade de tempo e atenção. E se você quer ser um cavaleiro de sucesso, a única maneira de fazer isso é trabalhando duro. Ter um cavalo vai lhe ensinar o verdadeiro significado de dedicação.
6 – Seu cavalo é um investimento de longo prazo
Claro, cavalos não são baratos, mas ao fazer esse investimento, você poderá desfrutar dele por muitos anos. É um investimento que lhe trará ótimos retornos com o passar do tempo.
7 – Cavalos constroem confiança
Quando você possui um cavalo, precisará construir confiança. Seu cavalo precisará aprender a confiar em você, e você precisará aprender a confiar no seu cavalo. Comprar um cavalo pode ajudar você a desenvolver mais confiança e paciência durante o processo, e essa é uma ótima forma de aprender a confiar em outras pessoas, também.
8 – Cavalos são recompensadores
Apesar de todo o trabalho duro, tempo e dedicação que eles exigem, os cavalos são extremamente recompensadores. Seja para se participar de corridas e campeonatos ou apenas para cavalgar em momentos de lazer, ter um cavalo é uma experiência recompensadora.
Onde encontrar o cavalo ideal para mim?
A busca pelo cavalo ideal pode ser longa e árdua se você não souber por onde começar. Não basta decidir por um cavalo ou pônei, é preciso escolher a raça certa.
Um bom ponto de partida são as associações de criadores de cavalos. Cada raça conta com uma associação específica onde você pode obter todas as informações necessárias a respeitos dos cavalos, suas aptidões e características. É uma forma de ter mais conhecimento a fim de fazer a escolha certa na hora da compra.
E, naturalmente, você não deve negligenciar os milhares dos cavalos que são anunciados para venda nos sites e publicações especializadas em cavalos, além dos que são vendidos em leilões. Isso pode consumir bastante tempo, mas muitos cavalos excelentes são vendidos desta forma.
Podem ser necessários alguns telefonemas e visitas antes de tomar uma decisão, mas, no final, você encontrará o cavalo ideal e poderá desfrutar de todos os benefícios que ele oferece.
Para te ajudar, confira abaixo uma tabela com as principais raças brasileiras e os sites das respectivas associações:

https://preview.redd.it/d2kmb8ldfcp51.jpg?width=1225&format=pjpg&auto=webp&s=d40ede4391f0e08921c3b3d2c40a8078462e8bde

https://www.vedovatipisos.com.bnoticias-artigos/comprar-um-cavalo/
submitted by Vedovati_Pisos to u/Vedovati_Pisos [link] [comments]


2020.09.13 00:37 Enscie Relatos de um abuso e sua opinião!

Vou contar algo que rolou a anos comigo e pode estar me afetando...
Quando eu era pequeno sofri abuso psicológico... pela professora! No ensino inicial eu gostava de uma menina e sempre ia pedir ajuda dela mesmo que não precisasse, para me deter a professora usava de argumentos de por em um quarto escuro onde um bicho iria me comer, e isso me gerou uma porção de pesadelos na época, mesmo assim ainda ia atrás da menina até ir parando por causa das ameaças e me por sentando sem o mínimo de pedagogia... Até que passei a não querer ir para a escola...
No segundo ano da escola, segunda serie era outro colégio e alguns amigos da antiga primeira serie... Tinha alguns "amigos", eu continuava ajudando todos na sala e tal, e era feliz assim... Mas um dia fomos brincar num canto mais escondido do pátio... Anos depois cercaram essa área... mas nesse dia brincamos normal e tal, e fomos ir brincar mais e mais lá, até que começou as agressões em forma de empurrão, jogar no chão e prender num espaço que tinha uma espécie de gaiola de gás... Um dia me jogaram no chão e um deles puxou meu cabelo... E pegou meu rosto e passou na região do pênis dele por cima do calção... E outro veio e fez como se fosse sexo de quatro comigo e isso durou alguns dias... mas me lembro apenas de um... Até que um dia eles até deixavam o pênis ereto e eu sofria muita humilhação tipo ter que carregar eles nas costas de quatro... Fingiam sexo de quatro e esfregar minha cara no pinto deles por cima da cueca... Sei que isso não é muito comparado a quem foi estuprado com penetração e tal... Mas me afetou negativamente pois nunca confiei num amigo como deveria... Poiis os mesmo iam em minha casa e fala pra minha mãe "que era amigo"... Em fim passei anos odiando ir para a escola sem meus pais saberem disso... eles só souberam da agressão que me fez ficar paralisado durante um dia e usar colete...
Isso me deixou com confusão sobre sexualidade, sabe? Aos meus 17~18 conheci pornografia de trans e gostei, e depois de um tempo comecei a fazer estimulação anal e tal... Mas sempre me trouxe uma insatisfação... As vezes penso pq cresci ouvindo ser gay dos "amiguinhos" e dos abusadores ouvia que eu "gostava" daquilo sabe...
Aos 22 quando comecei a namorar uma menina BI, eu achei que podia falar sobre tudo com ela... e até praticamos inversão... E no fim isso não me dava satisfação... tinha a vontade de fazer, mas não me satisfazia... No fim até como ativo eu passei a me sentir insatisfeito até por ter um problema de EP...
Quando namorava, chegou uma época que queria ficar com um homem... para poder saber se era o que eu queria... e minha Ex queria até ajudar nisso, mas só de imaginar eu sinto nojo de pensar em beijar e tal... Até com trans eu sinto um nojo interno, não sendo preconceituoso... Mas existe aquela vontade e excitação seja com o pênis ou com a trans... Isso talvez seja um fetiche não sei...
Se alguém puder me ajudar, eu agradeço... Tenho 24 anos... E não me sinto bi, mas gosto de mulher e até posso desejar as vezes uma trans ou cara... mas não é o que quero pra mim, até pq também sinto o nojo sabe.
No fim acho que namorar uma BI e Ter sofrido isso mexeu com minha ideologia...
submitted by Enscie to desabafos [link] [comments]


2020.09.10 05:47 Cadaverin Me sinto sozinho

Como se palavras e validações de completos estranhos fosse me ajudar em algo, aqui estou novamente. Já vim lhes dizer que me sentia poeira, que morreria sozinho. Já contei da minha ex-namorada (aquela que abriu um buraco na minha alma e na sequência cagou nele). Dar-lhes pedaços de minha vida era ao mesmo tempo um refúgio e uma maldição. O primeiro porque me permitia dar vazão aos espíritos que me sobrecarregam os ombros; o segundo, pois achei que me faria bem.
Mudou em nada, claro.
Faz 1 ano que terminamos. Eu estive com outras mulheres no ínterim. Nenhuma delas conseguia extrair meu sorriso mais sincero. Risadas falsas com piadas a la carte, e nada disso era real. Quando fechava os olhos para beija-las ou enquanto chegava perto de um orgasmo, sua imagem era a única que me vinha a mente. Formosa, esbelta, lendo meus olhos como se fossem seu livro preferido e mostrando sua satisfação em um sorriso enorme. Torto. Lindo.
Faz pelo menos 7 meses que não relaciono com ninguém além do meu cigarro. Não os brancos, falo de tabaco, daquele que você põe na seda, enrola e fuma. Habilidade essa que aprendi com ela também.
Pequenos cacos fazem uma grande janela, e muitos desses pedaços foi ela quem colou. Alguns desenhados a mão, outros roubados de um supermercado qualquer. Olhar para fora é ve-la em fragmentos, obstruindo a luz; uma miragem. Não importa quantas pedras eu arremesse, a vidraçaria continua intacta onde ela tocou, e estilhaçada onde não esteve.
Eu devo muito a ela. Primeiro por me ensinar a ser humano. Substituir meu processador por um coração e me mostrar que nem tudo na vida é racionalização. De suas mãos vieram o calor que deram partida no meu maquinário, assim como foram suas palavras que guiaram o condutor. Sei que muitas coisas são recíprocas, mas já não ouço mais o cantor deste pássaro. Ele pode ter feito ninho longe daqui, como pode ter sido devorado por predadores a espreita.
Devo-lhe também meu vazio. As coisas boas se foram todas, assim como as ruins. Não é verdade que quem não sorri também pensa em sua morte - de alguns cenários se ausentam ambos. As vezes caminhamos sem rumo, as vezes saltamos sem paraquedas. Nada é certo além de quem somos.
Ninguém demonstra interesse por mim como você fez um dia. Meu estigma talvez escorra, feda, afaste. Não sei se por medo de nunca atingirem seu tamanho ou por saberem que minha luz se apagou. Eu não tenho muito a oferecer além de quem sou, e agora que fui roubado de mim, sequer tenho isso.
Obrigado por me matar. Eu não teria coragem de fazer isso sozinho. Agora experimento o que sempre ouvi de seus lábios ser seu maior medo.
Descartável.
submitted by Cadaverin to desabafos [link] [comments]


2020.09.03 10:07 anom102030 Razões da existência

Olá, tudo bem?
Bom, apesar de talvez você ter clicado aqui para achar razões da existência, já aviso que talvez encontrará ou talvez ficará com um pensamento diferente na cabeça.
Já aviso previamente que essa leitura será longa.
Então comecemos.
Não sou uma pessoa muito experiente sobre a vida, tenho apenas 18 anos, e escreverei este post enquanto ainda consigo lembrar desse sentimento e pensamento que fica na minha cabeça, pois apenas quando estou só eu e meus pensamentos lembro disso melhor (no caso às 3:31 da manhã com o sono desregulado).
Sempre gostei de saber o por quê das coisas, acho que passo mais tempo do que a média das pessoas pensando sobre as razões de nossa existência e de onde viemos etc... Terei que começar pela religião para poder adentrar no assunto. Meus pais são cristãos mas nunca foram tão chegados a igreja, mas eu até os 13 anos também me considerava um cristão, comecei a pesquisar sobre religião, a vida e tudo mais bem cedo, sempre tive a curiosidade, ao longo do tempo fui pesquisando se mais alguém compartilhava do mesmo pensamento que eu tinha (naquela época acreditava em Deus e Jesus Cristo, mas eu não gostava de dogmas nenhum da igreja e etc), de início achei sobre um tal de "deísmo", mas me assustei a maioria dos deístas não acreditavam em Jesus, e, como eu ainda tinha heranças religiosas, achei aquilo um absurdo e etc, assim como qualquer outra criança que acredita em Deus e Jesus ficaria...
Mas a medida em que eu fui pensando e pesquisando mais sobre as coisas, fui me separando da religião. Eu dou muito valor a razão e a lógica do que sentimentos e intuição ( a propósito sou ISTJ). Então logo com aproximadamente 13 anos eu já me declarava deísta ( para aqueles que querem saber, deísmo é um pensamento filosófico no qual acredita-se que exista um criador, mas acreditando por vias lógicas, e não por intuição e etc, portanto, eu acredito que exista um criador que criou o átomo primordial que originou o big bang, e esse criador não tem nenhuma relação com as nossas vidas), antes que surja dúvidas, sim meus pais não gostavam que eu diria isso, achavam um absurdo e etc kkkkk.
Ok, mas onde eu quero chegar com tudo isso?
Sem a parte da religião, a parte das razões de nossa vida já é restringida MUITO, então darei mais algumas opiniões sobre o assunto.
Para quem veio para saber sobre alguma razão de viver, vou dizer primeiro algumas coisas típicas e depois a mais complexa: você pode viver para conversar com seus parentes; você pode viver para servir alguém e vê-la feliz; você pode viver para criar seus filhos e deixar sua marca no mundo; você pode viver para deixar sua marca no mundo de outra maneira também, de algum jeito especial que você conseguiu fazer; você pode viver para ver o lindo céu azul e arco-íris que nascerá após uma bela tempestade... Enfim, são muitos motivos para continuar vivo e feliz, mas no geral, a razão para se viver são seus objetivos de vida, até mesmo um objetivo de ser feliz ( acho que esse é o maior), ou, se seu objetivo é ser rico, ajudar sua família e N outros objetivos que uma pessoa pode ter, viva para cumprir eles e sentir a satisfação de serviço bem feito.
Agora entrando no campo de viver com o objetivo de ser feliz... Algum tempo atrás vi um vídeo no YouTube de um brasileiro viajando o mundo a pé com um carrinho de supermercado carregando as coisas ( podem pesquisar, eu esqueci o nome do canal), e isso me fez refletir que a gente tem mais que dizer FODA-SE para o que os outros pensam e seguir a vida que queremos, sua felicidade não depende da aprovação de outros, mas mesmo que você necessite dela, se as pessoas não aprovarem você irá viver triste para sempre? Espero que não. Então é isso, eu poderia escrever muito mais nessa parte, mas não quero me alongar muito kkkkk.
Agora entrando em outra parte mais interessante para mim, niilismo.
Nunca nem mesmo eu li Nietzsche, mas pesquisei mais sobre niilismo. Niilismo é basicamente você não ver motivo para as coisas, nada importa no final, pode até ser encarado como negatividade mas não é bem assim (vou deixar resumido pois não é na definição de niilismo que quero focar) Ok, então vendo todos os pontos do quais eu descrevi, lá vai o maior motivo de eu estar escrevendo isso:
É muito difícil viver com o sentimento que somos inúteis, não somos nada, simplesmente isso, não somos especiais, somos apenas mais uma raça qualquer em um planeta qualquer e nada mais, somos mais uma espécie de animais, mas assim como os pássaros detém o poder de voar, os peixes detém o poder de respirar na água, os humanos tem o poder do raciocínio e a razão. Apenas isto, resumidamente somos mais um em um quase infinito universo. Quando você vê um peixe morrendo, você imagina para onde ele vai? Se ele vai para o "céu" dos peixes, ou até mesmo de qual o propósito do peixe no mundo? E por quê para um outro grupo de animais ( os humanos) seria diferente?
É isto, as vezes sinto que isso é agoniante saber que a gente não é nada, então só nos resta aproveitar e viver uma vida feliz...
Obs: também sei que existem niilista que usam desse discurso para fazer coisas erradas, pois eles pensam que como nada importa, então fodase eles vão fazer tudo errado mesmo e não estão ligando para os sentimentos alheios...
Bom, deixo essas várias reflexões e muito obrigado por ler até aqui!
submitted by anom102030 to desabafos [link] [comments]


2020.09.01 03:12 Valeyard1 GUIA NOFAP

"Esse guia foi criado com base em experiência pessoal e conhecimento obtido, sua utilidade é orientar e ajudar quem precisa em relação ao nofap, todo tempo dedicado em sua criação foi pensado em dar assistência a quem está com dificuldade"
🕘 Tempo: 365 dias  
Protocolo de guerra  
Nível: easy mode
❌ Pornô
❌ Masturbação
 
Nível: hard mode
❌ Pornografia em geral
❌ Masturbação
❌ Orgasmo
 
Hierarquia
(+365 dias) - Monge ♾️
(200-364 dias) - Rei 👑
(150-199 dias) - General ⭐⭐⭐
(100-119 dias) - Coronel ⭐
(90-99 dias) - Major 🎖🎖🎖
(80-89 dias) - Capitão🎖🎖
(70-79 dias) - Primeiro Tenente🎖
(60-69 dias) - Segundo Tenente🏅
(50-59 dias) - Asp. a Oficial ⚜️⚜️⚜️
(40-49 dias) - Subtenente ⚜️
(30-39 dias) - Primeiro Sargento🥇
(20-29 dias) - Segundo Sargento🥈
(10-19 dias) - Terceiro Sargento🥉
(5-9 dias) - Cabo🎗
(0-4 dias) - Soldado 🎽
 
Possíveis chances
(0,5%) - Monge ♾️
(1%) - Rei 👑
(3%) - General ⭐⭐⭐
(5%) - Coronel ⭐
(7%) - Major 🎖🎖🎖
(10%) - Capitão🎖🎖
(15%) - Primeiro Tenente🎖
(20%) - Segundo Tenente🏅
(25%) - Aspirante a Oficial ⚜️⚜️⚜️
(30%) - Subtenente ⚜️
(40%) - Primeiro Sargento🥇
(50%) - Segundo Sargento🥈
(70%) - Terceiro Sargento🥉
(90%) - Cabo🎗
(100%) - Soldado 🎽
 
Benefícios e Progresso
Dia 1: Você vai sentir ansiedade e animação para chegar em grandes períodos, você tem um objetivo de chegar em longos períodos como uma semana ou mais, nesse momento o cérebro não sabe o que abstinência sexual, o que lhe ajuda a começar essa jornada lendária.
 
Dias 2 e 3: Nesses dois dias não haverá nada além de energia, auto estima, alegria e animação, você sentirá grande empolgação nesses dias pois seu cérebro jamais sentiu algo assim antes graças aos anos de masturbação.
 
Dia 4 ao 7: Energia, empolgação e satisfação muito fortes, primeiro sinal do corpo respondendo com noites saudáveis e confortáveis de sono sem interrupções.  
Dia 7 ao 13: Renovação de sêmen, o dia em que o pique de testosterona sobe e o libido sofre mutações, a voz engrossa bastante, e começam ideias inteligentes e ideias sem motivo específico, isso seria mais uma dose de empolgação para persistir nessa lendária jornada.
 
Dia 13: O dia que o corpo se prepara para segunda semana, onde ocorre novamente uma renovação de sêmen e a última mutação no libido antes dos próximos 20 dias onde a voz engrossa novamente, e grande satisfação por já ter chegado a um longo período.
 
Dia 14 ao 21: Aqui começa o perigo, você deve estar convencido que seu corpo vai te dar demonstrações claras de falta de orgasmo causada pelo erotismo e masturbação, ai começa as intensas abstinências sexuais (vontade de fazer sexo ou se masturbar intenso) causado pela produção de sêmen, grande chance de recaídas nesse dia, tome cuidado, corra pro banho gelado, veja vídeos motivacionais, nesse dia ao 21 não haverão tantos benefícios.
 
Dia 21 ao 30: Se chegou nesse dia, significa que sobreviveu a abstinência sexual, parabéns! Mais saiba que esse era só o começo, o real desafio começa agora, o pique de produção de sêmen sobe absurdamente, e ao invés de te deixar excitado, ele na verdade te faz sentir perca de benefícios, tristeza, falta de animação, preguiça, estresse, agressividade e arrogância seguida de demonstração de masculinidade, muitos desistem nesse dia graças aos hormônios desgovernados e vão se masturbar, mais seja forte, medite, coma coisas saudáveis, tome banho frio, veja vídeos motivacionais, isso irá te ajudar um pouco em sua bipolaridade e vontade de fazer sexo e/ou se masturbar, aliás, chegar nesse tempo e desistir atoa não compensa.
 
Dia 30 ao 36: Fim da terrível FlatLine que ocorre dentre os dia 21 ao 29, aqui começa a jornada Alpha de verdade, acabam o estresse, depressão e sensação de perca de benefícios, benefícios voltam triplicados e grande sensação de felicidade sem motivo específico, a produção de sêmen continua, o pique de testosterona também, mais não se preocupe pois agora você não vai mais sentir abstinência nem as sensações da FlatLine.
 
Dia 36 ao 90: Manifestações de benefícios extraordinários como clareza mental, concentração alta, atração de mulheres e pessoas por você, as pessoas te elogiam, se sentem bem perto de você, melhores notas, desempenho na escola e trabalho muito acima da média, grande conforto e animação dias e noites, e conforto ao dormir.
 
Dia 91/♾: Você irá sentir tudo isso muito mais forte.
   
Aspectos importantes
🎯 Foco
🧩 Estratégia
💪🏼 Força
👊🏻 Objetivo
🧠 Mentalidade
🏰 Estrutura
⚠️ Atenção
⚖️ Equilíbrio
⚡Transmutação Sexual
🕹️ Autocontrole
📈 Progresso
🛡️ Bloqueio
🗡️ Ataque
⚔️ Luta
💭 Pensamento
🔄 Restauração
♻️ Renovo
🏆 Vitória
 
Armadilhas e consequências
🔫 Gatilhos
❓ Curiosidade
🚨 Problemas
📉 Regresso
☠️ Derrota
 
Devidos cuidados ás práticas:
  1. Sexo: é permitido no easy mode desde que seja algo natural sem a inclusão de pornografia durante ele, porém no hard mode não se deve ter nenhum tipo de orgasmo;
  2. Edging: seria estimular-se continualmente só que sem ejacular, no easy mode só perderia se acabasse ejaculando, já no hard mode é proibida está prática;
  3. Peaking: seria pesquisar fotos e imagens sensuais nas redes sociais ou na internet mas que não sejam totalmente pornográficas e explícitas, no easy mode não teria problema caso o conteúdo não fosse totalmente pornográfico, porém no hard mode conta como uma forma de recaída.
 
Dicas e Orientações
 
Lembrem-se: isso é apenas um guia para que se possa organizar a mente em relação ao nofap e tem o objetivo de ajudar, informar e motivar. Pode ser que não traga a solução porque essa depende de cada um, mas será de grande ajuda bastante para aqueles que se empenharem em seguir e prestarem a devida atenção.
 
Compartilhem para quem precisar
submitted by Valeyard1 to Copicola [link] [comments]


2020.08.10 02:47 Egg_Gullible Hipertencol Funciona

Hipertencol Funciona
Hipertencol Funciona ?
Chega ao Brasil, o primeiro colocado na área de controle de pressão arterial e colesterol - HIPERTENCOL

HIpertnecol Funciona

O que é HIPERTENCOL?

Hipertencol é um suplemento multi-mineral cujo objetivo claro e objetivo é controlar de forma rápida e eficaz a pressão arterial e os níveis de colesterol total e suas pontuações. Prevenindo assim doenças cardiovasculares, cerebrovasculares e outras doenças que podem ser causadas por dificuldades circulatórias e hipertensão.
Qual o segredo que faz o HIPERTENCOL ser o número 1 em vendas do Brasil?
O Hipertencol atualmente ocupa o primeiro lugar no controle natural da pressão arterial e do colesterol ruim no Brasil, e foi registrado no Ministério da Saúde e com autorização da ANVISA. Diferente de outros produtos do mercado, o Hipertencol pode controlar o estresse por si só, além de definir formas específicas de controlar e reduzir o colesterol total e frações, pois possui ingredientes 100% naturais, e sua fórmula contém ingredientes únicos e únicos, portanto , Após anos de pesquisa, ingredientes cuidadosamente selecionados para que juntos garantam uma queima rápida e eficaz de gorduras. Além disso, são totalmente naturais e não farão mal à saúde.

Por que tomar HIPERTENCOL? Como Tomar ?

O colesterol pode reduzir os níveis de colesterol ruim e estimular a circulação sanguínea, reduzindo o risco de doenças cardíacas, angina de peito e derrame em até 40%. Além de prevenir o câncer, controlar os níveis de açúcar no sangue, prolongar a vida e prevenir a doença de Alzheimer, também pode controlar a hipertensão.
A ingestão deve ser de 2 cápsulas por dia. Tome 1 cápsula de Hipertencol ao acordar e 1 cápsula após 12 horas por dia. Sugestão: Uma cápsula às 8h e outra às 20h (Leandro Alves Farmacêutico CRF MT-4463) autor do blog.

HIPERTENCOL possui contra indicação ou efeitos colaterais? Qual sua composição?

O Hipertencol é desenvolvido com ingredientes totalmente naturais, por isso não causa nenhum risco à saúde, nem causa efeitos colaterais, sendo melhor ser 100% aprovado pela ANVISA. Veja a composição completa do Hipertencol.
  • Resveratrol
  • Psylium
  • Semente de Uva
Os resultados podem ser vistos nas primeiras 5 a 6 semanas após o uso, o que reduz o colesterol e a pressão arterial! Traz benefícios ao seu corpo, saúde, energia, melhor condição física, caráter e saúde. Os resultados podem variar de pessoa para pessoa.
Porém, ressalto a importância do grão de uva na formulação do produto, talvez este seja o maior destaque, pois tem um poderoso efeito antioxidante e pode atuar na saúde do coração, vasos sanguíneos e colesterol.
A semente de uva é essencial para os olhos, a pele e o cérebro. Pode melhorar a saúde do sistema cardiovascular e é adequada para pacientes cardíacos e com hipertensão, pois evita a formação de placas ateroscleróticas, que podem bloquear as artérias e causar Doença cardíaca, derrame, angina instável e até morte.
Além disso, o Psylium é uma fibra altamente absorvente que pode regular todo o trânsito intestinal e até ajudar a perder peso. Esta fibra é muito saudável e pode melhorar a saúde em pouco tempo

HIPERTENCOL é Aprovado pela Anvisa?

SIM. O Hipertencol foi aprovado pela Anvisa de acordo com a RDC 240 em 26 de julho de 2018. Não é necessário registro, pois é avaliado como uma população alimentar 100% segura, o que é totalmente natural. E também pelo Ministério da Saúde.

Qual a reputação do produto no Reclame Aqui? HIPERTENCOL funciona ou tem reclamações?

O Hipertencol foi totalmente aceito por seus usuários. Portanto, até o momento, não houve reclamações sobre validade, prazo de entrega ou outras reclamações. Devido à alta qualidade do produto, aliada à equipe de atendimento e logística da Hipertencol, a Reclame não tem reclamações, esperamos que isso continue no longo prazo.

Quanto tempo demora para apresentar resultados?

Esses resultados são subjetivos, embora os resultados iniciais possam ser vistos nas primeiras semanas de hipertensão. Vale ressaltar também que, afinal, nem todos os organismos são iguais, portanto o produto pode apresentar resultados diferentes entre organismos diferentes.

Onde e como Comprar o produto? HIPERTENCOL Funciona

O Hipertencol é vendido apenas no site oficial. Para adquirir seu produto, basta clicar no botão "Comprar" abaixo.
Nota: Devido ao grande sucesso do lançamento, você será vítima de produtos semelhantes ou falsificados ao comprar produtos em outras lojas online, portanto, evite PIRACY. Website oficial! Dica de ouro!

Hipertencol Funciona

Se o produto não Funcionar pra mim? A compra tem Garantia? HIPERTENCOL funciona de fato?

Sim, se por algum motivo não gostar do Hipertencol, devolveremos 100% do valor pago! Portanto, não há razão para que você não compre Hipertencol hoje!
Nota: Não queremos apenas o seu dinheiro, mas também a sua satisfação, para que acredite que somos os melhores!
HIPERTENCOL funciona bem e tem alto desempenho. Sua garantia de satisfação ou seu reembolso.
Para mim, como farmacêutico, posso falar de tudo. Na verdade, o Hipertencol é um produto de altíssima qualidade. Aliás, para quem realmente precisa controlar o estresse e controlar o colesterol, mais saudável e com qualidade de vida geral Para pessoas mais altas, a eficácia do Hipertencol. Como mencionado anteriormente, o Hipertencol exerce alto desempenho em todo o corpo humano, o que pode controlar e reduzir de forma rápida e eficaz o colesterol LDL e a hipertensão.
Além de ser totalmente natural, não apresenta efeitos colaterais, nem são necessárias indicações ou prescrições médicas. Você pode acreditar que somos o número um em vendas no Brasil!
Portanto, agora você não tem nenhuma razão para não tomar este suplemento nutricional muito poderoso. Portanto, garantimos fazer o nosso melhor em qualidade! ! !
https://nutri-medi.com/hipertencol-funciona/

Qual Kit é o mais vendido? E qual o Valor? Hipertencol Funciona de fato?

1 POTE: R$ 299,00 3 POTES: R$ 697,00 5 POTES: R$ 995.00

>>COMPRANDO HOJE CONOSCO VOCÊ GANHA Quase 50% DE DESCONTO <<

1 POTE (PROMOÇÃO): R$ 197,00
3 POTES (PROMOÇÃO): R$ 366,90
5 POTES (PROMOÇÃO): R$ 482.90 (Kit mais vendido) 5 meses de tratamento

PRAZO DE ENTREGA DE 5 A 10 DIAS ÚTEIS !!

TAG: Hipertencol – Hipertencol funciona – Hipertencol valor – Hipertencol bula – Hipertencol é bom mesmo para abaixar a pressão – Hipertencol como tomar – Hipertencol como usar – Hipertencol onde comprar – Hipertencol funciona mesmo – Hipertencol mercado livre – Hipertencol preço.

Hipertencol Funciona
https://nutri-medi.com/hipertencol-funciona/

Hipertencol Funciona
submitted by Egg_Gullible to u/Egg_Gullible [link] [comments]


2020.07.17 02:07 YatoToshiro Fate/Gensokyo #43 Saber of Black (Fate/Apocrypha)


Fate/Apocrypha Fate/Grand Order
O Nome Verdadeiro do Saber é Siegfried, O Cavaleiro Sangrento ao Dragão. E o "Dragon Slayer" que derrotou o maligno dragão Fafnir com a espada sagrada Balmung na mão. Ele é um grande herói nacional da Alemanha que tem muitas representações diferentes nas várias lendas que lhe são atribuídas. Seu papel mais famoso é sua aparição introdutória no poema épico alemão da Idade Média, o "Nibelungenlied", retratado como seu personagem principal. Ele é um personagem de uma tragédia que se espalhou por toda a Europa em relação à matança de dragões e ao Rhinegold, e seu personagem se estabeleceu com o antigo épico "Nibelungenlied". No entanto, Siegfried não é realmente o personagem principal dos "Nibelungenlied". O verdadeiro personagem principal é sua esposa Kriemhild, e esse épico é a história da mais terrível vingança provocada por seu desespero e ódio.
A lenda de Siegfried surgiu no século 5 a 6 e se espalhou por muitas terras. Quase ao mesmo tempo em que o "Nibelungenlied", a história do herói Sigurd, a "saga Völsunga", surgiu. A ópera de Wagner "Der Ring des Nibelungen" é uma obra-prima que reúne essas lendas. Embora Siegfried e Sigurd possuam a mesma origem, eles são duas existências diferentes.
Legend
Siegfried nasceu príncipe de uma linhagem nobre na Holanda. Ele empunha a preciosa espada que Balmung recebeu da família Nibelungen e está em batalhas desde que era jovem, tendo enfrentado e lutado em muitas campanhas e diversas aventuras.
Após o acúmulo de finais de suas muitas aventuras, onde no processo, ele obteve a espada demoníaca Balmung e um sobretudo que faz desaparecer e esconde a figura de alguém, a façanha mais conhecida de Siegfried estava sendo coroada "Dragon Slayer", lutando contra o dragão maligno Fafnir pelo tesouro da família Nibelungen e finalmente derrotando e matando-o com sua espada sagrada. Ele então tomou banho e bebeu gotas do sangue do Tipo Dragão, e Siegfried tornou-se uma existência invulnerável ao obter um corpo invencível de sua vitória sobre Fafnir, onde ele não receberia mais uma única ferida no campo de batalha. Mas quando ele se banhou no sangue do dragão, uma única folha de tília ficou grudada em suas costas, tornando-o um ponto fraco que provocaria sua morte irrevogável.
No entanto, a maioria dessas batalhas heróicas não foi contada ... Como tal, os detalhes das aventuras de Siegfried, incluindo o derrube do dragão maligno Fafnir e a obtenção da espada demoníaca Balmung, são apenas considerados boatos pelos personagens, e foram realmente não mostrado.
Então, Siegfried ouviu rumores da bela Kriemhild, a princesa da Borgonha, e propôs a ela ... E assim, a tragédia começou.
Além das crescentes fileiras dos borgonheses, Siegfried trouxe-lhes muitas vitórias e casou-se com Kriemhild, irmã do rei da Borgonha, acessando o trono da Holanda. No entanto, uma sombra foi lançada sobre uma glória tão extravagante na época em que ele se casou com Kriemhild. Seu cunhado, o rei da Borgonha, amava uma certa mulher, a rainha da Islândia, Brünnhilde. Ele pediu a Siegfried para ajudá-lo a buscar o afeto dela e, assim, foi resolvido que o herói adotasse aquela mulher como seu procurador. Pode não ter sido um crime, mas também não era um comportamento que deveria ser elogiado e foi um pedido que acabou voltando para ele como punição.
Death
Após os truques, o rei da Borgonha conseguiu se casar com a rainha da Islândia, Brünnhilde. Devido ao conhecimento desse truque se espalhando, o herói feriu a honra e o orgulho da mulher. E ela não era uma mulher comum, mas a rainha de um país. Como resultado da satisfação dos desejos de seu cunhado, Kriemhild e a esposa de seu cunhado, Brünnhilde, entraram em conflito e feriram a honra um do outro, uma colisão entre eles se tornando inevitável. Siegfried foi encurralado em uma situação em que ele não tinha escolha a não ser morrer para impedir uma luta, e mais uma vez atendeu ao desejo de todos. Ele sempre respondeu à expectativa das pessoas, mas no final o que se desejava dele era sua própria morte. Ele pensou que seria resolvido se ele, a causa de tudo, morresse. Como resultado, ele sentiu que isso causaria um conflito terrível, então falou com Hagen, que já foi chamado de amigo e, no passado, trocou xícaras de fraternidade.
«Ah, a situação está além do meu controle. Hagen, sou invencível e, portanto, nunca fui ferido por você. Mas mesmo assim, se eu não tiver você me mata ... »
(Siegfried falando com Hagen)
Sem gastar em grau significativo o Rhinegold, Siegfried confiou ao seu melhor amigo sua única fraqueza. O homem que já foi seu amigo atendeu ao desejo do herói. Ele procurou tenazmente e descobriu o ponto fraco do herói, elaborou um plano sabendo muito bem que era um ato covarde e mirou nas costas do herói enquanto bebia água. Mesmo sabendo disso, o herói se impediu de resistir. Ele foi assassinado por um vassalo dos borgonheses que o atingiu em seu ponto fraco.
Sem deixar para trás nenhuma figura indecorosa ou estupidez, o herói morreu como um herói trágico que recebeu um ataque furtivo devido a truques. Seu ex-amigo tornou-se conhecido como um vilão raro que matou o herói através de jogo sujo. Do ponto de vista de Siegfried, era a melhor maneira de resolver o antagonismo entre Kriemhild e Brünnhilde, mas ele cometeu um erro fatal.
Siegfried havia superado todos os campos de batalha sem uma única derrota, até perder a vida na lâmina da traição que o atingiu nas costas. No final, provocou ainda mais tragédia, pelo que parece que a maldição de Rheingold entrou em vigor perfeitamente. Isso se conecta à tragédia de vingança de sua esposa Kriemhild pelo assassinato de seu marido na segunda metade do conto. Kriemhild o amava tanto que não se importava em vender sua própria alma ao diabo para se vingar da morte do marido. Seu ódio não era apontado apenas para o assassino Hagen, mas também para seu próprio irmão Gunther. E então, a própria Kriemhild, presa em seu ódio, é derrotada por um ataque cavalheiresco. Além disso, a espada que Kriemhild usou para matar Hagen era o amado Balmung de Siegfried, então há pessoas que disseram que, depois de reviravoltas, Siegfried poderia se vingar. No entanto, também é certo que Siegfried e Hagen foram amigos que compartilharam seus vinhos e sonhos.
Com ele possuindo a nobre linhagem da realeza, sendo conhecido por suas várias aventuras e contos heróicos, e tendo atingido um fim trágico, existem poucos heróis tão heróicos quanto ele. Mas é precisamente porque ele é um herói tão heróico que ele foi inconscientemente sobrecarregado por amarras. Um herói age com base nas súplicas do povo e, portanto, não deve agir sem ser solicitado. Isso ocorre porque um herói é um ser assim. Por possuírem poder esmagadoramente imenso, não devem agir por vontade própria e tentar conceder seu próprio desejo. Um herói é um ser que cumpre os desejos dos outros e nunca deve ir além disso.
Fate/Grand Order
Orleans: O Dragão Maligno Guerra dos Cem Anos
Siegfried era o protetor de Lyon quando foi convocado para a Singularidade. Ele foi derrotado e preso no castelo da cidade quando Jeanne d'Arc Alter e seus criados atacaram. Ele também foi atormentado por múltiplos amaldiçoados por Jeanne Alter.
O grupo de Ritsuka finalmente chega às ruínas de Lyon, precisando de Siegfried para matar Fafnir. Eles o encontram preso no castelo e o libertam. Ao sair do castelo, o grupo é confrontado com Jeanne Alter e Fafnir, que é incumbido de incinerar o grupo. Mash Kyrielight e Jeanne d'Arc protegem todos das chamas. Siegfried então afasta o dragão do mal, permitindo que o grupo escape.
Depois de escapar para um forte em ruínas, as feridas de Siegfried são curadas por Maria Antonieta, mas as maldições afligidas por ele impedem uma recuperação completa. Ele recorda seu papel como protetor de Lyon e sua derrota nas mãos dos servos de Jeanne Alter. Jeanne diz que eles precisarão de outro servo que possa usar os ritos de batismo para remover as maldições de Siegfried. Como ela não tem poder suficiente, o grupo decide procurar um Servo santo para remover as maldições de Siegfried, pois ele é necessário para matar Fafnir. O grupo se separou para procurar, com Siegfried indo com Ritsuka, Mash e Mozart.
Siegfried e os outros finalmente chegam a Thiers, onde encontram Elizabeth Bathòry e Kiyohime brigando. Depois de defender a cidade de um ataque inimigo, eles são forçados a lutar contra Elizabeth e Kiyohime quando Ritsuka os insulta. Depois de derrotados, Ritsuka explica a situação para eles. Kiyohime diz que conheceu Georgios antes do oeste, então Mash entra em contato com Jeanne e Marie, que foram por aquele caminho. O grupo aprende que os dois acabaram de fazer contato com Georgios. No entanto, eles perdem contato quando a cidade sob sua proteção é atacada por Jeanne Alter.
Jeanne finalmente chega a Thiers com Georgios e conta aos outros sobre o nobre sacrifício de Marie. Ela e Georgios removem as maldições de Siegfried enquanto Elizabeth e Kiyohime se juntam ao grupo. Depois de defender Thiers de outro ataque, eles partem e acampam em uma floresta próxima para se preparar para o ataque a Orleans. No dia seguinte, Siegfried diz que um ataque frontal é a única opção viável, já que o inimigo já sabe sua localização. Ele pede aos outros para protegê-lo e Ritsuka enquanto ele vai matar Fafnir.
Enquanto o grupo marcha em direção a Orleans, eles enfrentam e derrotam Atalanta. Siegfried finalmente luta com Fafnir, enquanto os outros derrotam Vlad III, Chevalier d'Eon e Carmilla. Ele então mata Fafnir com a ajuda de seus aliados. Ele fica para trás com Mozart e Georgios para lidar com os wyverns, enquanto o resto segue para o castelo para lutar contra Jeanne Alter. Depois que a era é restaurada, ele e Georgios expressam como ficaram honrados por terem lutado juntos. Antes de desaparecerem, eles percebem que não será a última vez, pois serão convocados novamente para ajudar Ritsuka.
submitted by YatoToshiro to Fate_GensokyoBR [link] [comments]


2020.07.14 16:30 galoccego Relato de um ex-barman

ESSE RELATO NÃO É MEU, ENCONTREI NO FACE E COMO ACHEI MUITO INTERESSANTE DECIDI TRAZER PARA O REDDIT.
Relato da internet: Parte 1 Já trabalhei como barman e observando bastante a vida dos que estavam do outro lado do balcão, tudo o que já falaram é verdade.
Entradas para as mulheres são sempre cortesias. Os homens pagam caro. E não se enganem achando que as mulheres não pagam a entrada, quem paga são os homens. Se a entrada na noite custa R$ 30,00 pra um homem, a verdade é que é R$ 15,00 masc(a dele). e R$ 15,00 femin(de alguma menina que entrou "free"). Os donos de bares jamais levam prejuízos e nada é de graça. No bar que eu trabalhava, o dono fazia "descontos" para os amigos, e usava esse argumento.
Nos bares sempre tem as bebidas originais bem guardadas, que são destinadas aos Vips. Geralmente, os alfa$. Os ricos chegam, as bebidas de qualidade vão todos para eles, e pegam mulher com o rodo. Já os pobres coitados que não são ricos, consomem bebidas falsificadas e não pegam ninguém.
Nesses lugares, o que mais vi mandar em tudo é o dinheiro. Quanto mais rico o cara for, mais mulher ele consegue. E nunca vi um alfa físico sair ganhando de um rico. A ordem de prevalências pelo que já constatei é:
  1. Ricos.
  2. Caras que tem o shape massa.
O resto nem entra, porque gordos, magrelos, baixos, pobres, etc, só levam prejuízo na balada. Prejuízo financeiro e EMOCIONAL. Quando conseguem alguma coisa, é no final da noite com alguma feínha que foi rejeitada pelos alfas. Quando a balada está terminando, e aquelas meninas que foram rejeitadas pelos alfas estão voltando para casa chateadas com a vida, é onde os zé ninguéns conseguem alguém. A única chance para o cara mediano na balada conseguir alguma coisa, é no fim dela. Pois mesmo uma vilena numa balada se sente uma rainha, e despreza todo mundo, com um ego gigantesco. Elas fazem isso porque se acham dignas apenas dos alfas. Mas quando os alfas as dispensam e a rejeitam porque acharam outra mulher mais atraente, é um tiro bem no meio do ego dela, pois ela passou a festa inteira dispensando os medianos porque se achava digna apenas do alfa, e agora no final ela vai embora sozinha sem ninguém? Aqui é onde o emocional está fragilizado e onde o homem mediano terá mais chances de conseguir alguma coisa com uma menina mediana ou feia. As bonitas, esqueçam. Não tem nem como se você não for alfa.
Se a intenção é pegar mulher, se for ao puteiro gastará bem menos financeiramente, não terá desgaste emocional, e o risco de pegar DST é o mesmo da mulher baladeira. Se brincar, é até menor. Se não for rico, beberá bebidas falsas, terá prejuízo, e saíra com o emocional destruído de lá, achando que o problema do mundo não te aceitar e te enxergar é seu.
Já vi muitos clientes homens medianos, indo pagar sua conta cabisbaixo, sem graças, com dois ou três amigos tudo desanimado porque vão embora sozinhos dentro um carro. E outros fingindo que só foram na balada pra curtir, que embora não tenham pegado ninguém, se divertiram e etc. O que é mito.
E tem um monte de mulher que paga de santinha falando que vai só pra curtir e ver o Dj, ou porque gosta de tal banda e etc, mas vai só pra dar toco. Não gostam de transar, não gostam de beber, não gostam de nada, só de se sentirem poderosas. Até os alfas penam nas mãos dessas mulheres em baladas.
Em baladas, o único que ganha realmente é o dono da boate. Pois ele ganhou um lucro exorbitante nas bebidas que vendeu(porque TODAS as bebidas são compradas a preço de banana, se você paga R$ 250,00 numa garrafa de whisky, pode ter certeza que ela foi comprada por R$60,00 no máximo, e se for falso, R$ 20,00 ou 30,00). Para constatar isso do preço, é bem simples, vá um supermercado e olhe o preço da garrafa. Depois divida ele por 2. E compare com o preço que você pagou na boate. No bar que trabalhei, compravam latinhas de Antartica por R$ 1,45 no próprio supermercado, e revendiam a R$ 5,50. Quando compravamos direto da Ambev, havia longneck que pagamos 0,90c a unidade, e revendiamos a R$ 6,00 ou R$ 7,00. O dono sempre tem mulher no pé dele, e mulher top. Ele nunca fica "desamparado sexualmente". O status do cara de ser dono de uma boate, desbanca todos os alfas.
Na minha opinião boate é um prejuízo de todas as formas possíveis, exceto para o dono. Mesmo para os alfas e ricos, é um prejuízo tanto financeiro como emocional. Pois você continua pagando pra comer a menina e se desgatando emocional fingindo interesse, competindo com outros machos e etc., mas eles não ligam, né?
Parte 2 Baladas é tanto o puteiro para mulheres, como disseram, como também é armadilha para bobos. É bom mostrar os outros aspectos que prejudica o homem, não sendo só as mulheres, para que possam ficar alertas. Todos os panfletos, as propagandas, as pulseiras de camarote, os copos e bonés e outros brindes... Tudo isso é friamente pensado pelos organizadores da festa para vender uma ilusão enorme, de tal forma que faça o nerd jogador de minecraft sentir vontade de sair de casa e ir lá e gastar seu dinheiro achando que vai se dar bem, de fazer a mais alta piranha sonhar que vai encontrar o Eike Batista dela lá dentro. Observem bem na cidade de vocês como são as propagandas, se você esquecer seu bom senso um pouquinho, você vai cair no conto de que balada é o melhor lugar para ir e ser feliz.
Por trás dos autofalantes, dos graves, do neon, daquelas pessoas fingindo ser felizes, está um máquina pronta pra sugar seu dinheiro. A intenção é sempre pegar o dinheiro do homem. É por isso que eles também lotam de mulheres, quanto mais cheio de mulher um lugar estiver, mais homem disposto a perder tudo o que tem. Mulheres são as iscas, a massa de manobra, para juntar homens fracos emocionalmente e sugarem seu dinheiro. Em uma análise bronca, pode-se dizer que boate é uma das coisas mais anti-homem já criadas. Porque ela nunca prejudica as mulheres de fato, somente homens. Pois mesmo as mulheres sendo apenas iscas, elas ganham emocionalmente e ganham a chance de encontrar um bobo para ser provedor (e acreditem, tem muito playboy que assume uma bomba dessa).
E depois que o camarada entra lá dentro, ele vai ser vampirizado financeiramente o quando puder. A vampirização emocional é só a consequência de ser bobo. Eu mesmo comprava maços de Carlton por R$ 6,50, e vendia cada cigarro picado por R$ 2,00. Eu ganhava em torno de R$ 30,00 por maço, pois na boate não era permitido vender e fumar, mas o cigarro é um símbolo de status que todo mundo lá dentro quer, até quem não fuma quer fumar pra poder ser notado, e quem se aproveitar disso... Será que é errado? Não sei. Eu fazia. Sei que quando meus maços acabavam, os caras ficavam tão fissurados que saíam da boate, iam até os postos de combustíveis, compram cigarro e voltavam. Só pra poder senta na mesa fumando. E a mesma lógica vale também as drogas ilicitas (que eu não vendia, mas quem vendia ganhava uma puta grana).
O ambiente geralmente é tão baixo, que as pessoas que estão no camarote, com pulserinha e copo estilizados por exemplo, esnobam as pessoas que estão na pista. Mulher então? Elas faziam questão de mostrar que são apenas para os vips lá de cima. As mulheres quando sobem para os andares superiores, elas se sentem como verdadeiras deusas. E falo isso porque, eu trabalhei no bar de camarote, e minha função era apenas preparar coqueteis e servir bebidas, nada mais e também não abria nenhuma exceção pra favorzinho. E ouvia muitos sapos de mulheres dizendo que estudam medicina ou direito, que estavam acompanhadas de fulano de tal, que eu tinha que fazer o que eles mandavam... E eu nunca fazia. Só me restringia ao bar. Já tive que chamar segurança pra me defender porque os ricões, além de bobos, ainda queriam pagar de machões e iam lá tirar satisfação do porque não levei algo para a mesa deles etc, sendo que tinha garçom pra isso. Alias, os garçons... Pobres coitados! Eram o que mais sofriam. Raramente eu trabalhei com o mesmo garçom por mais de dois meses, eles não aguentam. Eles chegam na mesa e são ridicularizados, pelos homens que querem bancar os machoes e pelas mulheres que sentem poderosas. É realmente um trabalho de cão. A maioria dos garçons(e barmans) eram estudantes, caras feios, magros, precisavam de um dinheiro extra, e faziam esses bicos. E quando topavam de servir uma mesa cheio de caras ricos, mulheres bonitas e etc... Puts. Dava dó. Eram motivo de piadas. Você via nitidamente o emocional dos caras destruídos. Tinha que ter um emocional muito forte pra aguentar aquilo sem esmorecer. As mulheres sentiam um prazer enorme em ver outros caras pisando no pobre coitado que estava servindo elas, elas se sentiam, de verdade, deusas. Eu aposto que elas gozavam quando debochavam dos outros.
E, também, boate é um ambiente muito inseguro. Além das brigas constantes que sempre acontecem, quase dono nenhum gasta dinheiro investindo na segurança da infraestrutura, porque eles pensam que nunca vai acontecer nada na boate deles.
Parte3
Sobre DSTs, era prache eu ouvir comentários de fulanas e ciclanas que tinham herpes na xota. Com tempo você vai pegando amizade com alguns caras, seguranças, e as fofocas correm. Mulheres bonitas, que só frequentam camarote e só andam com os ricões e esnobavam todo mundo, tinham histórias muito cabulosas. Tinha menina que eles falavam pra não deixar ela nem fazer boquete porque senão o pau pegava carie. Meninas que todo matrixiano JAMAIS pensaria que fosse tão nojenta. E são essas meninas que vão se casar aos 30 anos com um bobo matrixiano que jamais vai saber do passado negro dela. Já vi alguns casais por aqui, um cara gente fina, que mal saia de casa, junto com uma menina que era verdadeiro carrapato de boate. E quando elas reconhecem a gente na rua, abaixam os olhos, ficam com medo da gente ser amigo do namorado dela e contar as coisas que viamos.
Mals o textão. Mas pra quem teve saco e quis ler, fica o relato. Se eu contar todas as histórias escabrosas que já vi e ouvi, do que a gente faz nas boates com as bebidas, enfim, é de doer os olhos. Mas tem gente que apanha e apanha e continua indo. Tenho amigos que diz que exagero muito, que eu sou revoltado e etc. Mas, as pessoas são como animais criados pro abate, são influenciados pela propaganda, sempre vão, se dão mal, passam mal, mas acordam no outro dia crente que o próximo final de semana será diferente. Enquanto isso vão só perdendo dinheiro e tempo.
Eu não recomendo o cara nem ir a um pub bem light. Embora não sejam um ambiente tão fútil e banal como é a boate, acontecem as mesmas coisas, mas apenas em menor escala e mais discretamente. Se a intenção é beber com os amigos, descontrair e relaxar, é melhor queimar uma carne em casa e comprar bebidas por conta, por exemplo. Pelo menos é minha opinião. Para conhecer mulheres: não faça isso, meu amigo. É tiro no pé.
Talvez alguém pense que essas coisas são exageros, mas é a minha conclusão da minha experiência pessoal enquanto fiz bicos de barman. E quando falo barman, esqueçam aquele esteriotipo de cara fortão, bonito que usa uma gravata borboleta no pescoço, na maioria dos casos é só gente normal fazendo bico. Esses "showmans" são outra parte da história que tem bastante privilégios por serem alfas. Eu não fazia parte dessa categoria. Pra eles as boates devem ser boas. Não era para mim porque eu sou um cara normal, e talvez por isso até pareça um butthurt. Mas é só um relato que espero que sirva de alerta. Hehe
Parte 4 Obrigado pelas boas vindas, pessoal!
Então... Sobre as histórias cabulosas, vou começar contando as profissionais. Claro que existe boates exceções assim como mulheres (será? ), mas... Enfim. Eu também não trabalhei em clubes de tão alto padrão assim, quando eu falo que era clubes pra quem tinha dinheiro, é porque as coisas eram muito caras. Mas, não é nada comparado a uma boate grande e famosa. hehe
Começando pelas bebidas, coisas que barmans geralmente são obrigados a fazer:
- A maioria das pessoas não bebem as cervejas completamente, pois elas esquentam rápido na mão, e sempre volta pro bar ou fica espalhado pelo lugar longnecks pela metade. No final da festa, alguns barmans despejam toda essa sobra de cerveja num balde, enfileira as longnecks e coloca funis nos gargalos, e sai enchendo elas tudo novamente. Depois colocam a tampinha e botam pra gelar. As cervejas, lógicamente, vão ficar chocas. Por isso só devem começar a servidas após 2h da manhã, por exemplo. Onde a maioria já se encontra bêbada e qualquer coisa que consumir está gostoso. Como os barmans, por cortesia, sempre abrem as longnecks para os clientes, eles nunca desconfiam das tampas frouxas. Não fiz muito isso, mas já trabalhei em um local e uma festa ao ar livre que fez. Não era prática diária comigo.
- Os sucos naturais, não são naturais. Muita gente pagava o preço por um coquetel feito com o suco da laranja exprimida na hora, mas tudo era somente suco de saquinho(tang ou o mais barato que tiver) batido no liquidificador. Ele fica consistente e espumoso como um suco da fruta. Restaurantes também fazem essa jogada. Um copo de suco "natural" de 200ml era R$ 4,50, por exemplo. O saquinho tang que fazia 1l no liquidificador era 1 e pouco.
- As tequilas sempre saíam em dose, e as garrafas sempre ficam com o barman. Reaproveitamos sempre a mesma garrafa, enchíamos ela um pouco menos da metade de whisky vagabundo ou falsificado, e completávamos com pinga vagabunda. Sacudiamos e vu a la! Tinhamos uma tequila ouro José Cuervo. Como a maioria das pessoas não conhece gosto de nada, pagam R$ 15,00 numa dose de 50ml que custou apenas, no máximo, R$ 5,00 pra fazer. E pior: muitos ainda elogiavam. xD
- Tinhamos um tónel, que se dizia vender cachaça artesanal. Cada dose de 50ml era R$ 6,00. Mas sabe o que tinha lá dentro? Pinga barata de R$ 3,00 o litro. Aquelas 51, 21, 31...
- Os whiskys que servíamos no bar, sempre eram tretas. Muitas vezes a gente fazia aquele lance de encher a garrafa de coca-cola com whisky barato e acoplar ela na boca de uma garrafa de Red Label e mandar o o whisky vagabundo pra lá. Essas geralmente são as que ficam penduradas no dosador de garrafa invertido. Numa festa com umas 3 ou 4 caixas de whisky, tinha no máximo 3 ou 4 garrafas realmente originais, guardadas para os magnatas.
- Quase sempre a gente recebia ordens pra marcar coisa a mais na comada do cliente, se ele parecesse que estivesse muito bêbado. Quando eles iam pagar, sempre ficavam muito putos com as meninas que trabalhavam no caixa, mas, então o gerente jogava aquela onda de que ele emprestou a comanda pra alguma mulher, que ele não lembra, se a coisa aperta muito já vinhas os seguranças intimidar, no final o cara sempre pagava. Não tinha jeito.
- As porções nunca jogavam fora. Já vi cozinheira tirando cinzas de cigarro de um resto de porção de batata e guardando as batatas pra usar com outra pessoa que comprava porção.
Tomem bastante cuidado, porque vocês nunca vão saber o que realmente estão consumindo. Isso não vale só pra boate, vale pra restaurante, lanchonete, casa da vó etc.
Também existia alguns esquemas de lavagem de dinheiro, eu não sabia muito sobre isso, só ouvia a respeito. Mas alguns eventos em fazendas particulares, reunia bastante magnata e alguns amigos afirmavam que rolava um esquema de lavar dinheiro tenebroso. E que muitas boates são usadas pra isso. Sobre isso não posso afirmar com certeza, isso foi só um boato que eu ouvia e acreditava, por tudo o que eu já presenciei lá.
Para atrair homens para festa, o promoter dava brindes, cortesias e até dinheiro pra algum grupo de meninas fazer volume na porta da boate. Já dava as instruções para elas irem super maquiadas, roupas curtas e ficarem bem visíveis. A panfletagem nas ruas e nas faculdades, era sempre feito por meninas bonitas e com roupas curtas. O próprio promoter que cuidava da casa, fazia uma propaganda ferrenha no Facebook. Pra cada 5 mulheres que ele marcava no post, ele marcava 1 homem, por exemplo. E pedia pras meninas confirmarem presença no evento divulgado no Facebook. Tudo isso pra dar a impressão que naquela festa tem mais mulher do que homem.
Parte 5 Então, o homem escravogina, solitário e carente, via aquele harém pela baguetala de R$ 30,00 o ingresso... Era casa cheia na certa. Uma vez lá dentro, o cara até parcela a consumação no cartão de crédito. A maior dificuldade é sempre fazer o homem entrar na boate, porque depois que está lá dentro, já era.
Um pouco do lado obscuro:
As mulheres nunca me cantaram no balcão com um real interesse em mim. Geralmente, aparecia uma mediana que estava de favor na festa, jogar um charme pra tentar descolar um drink de graça. Como eu não dava, saíam nervosas e davam chiliques. Mas alguns colegas davam, e só ganhavam um sorrisinho de volta e a menina nem voltava mais no bar, senão pra tentar pegar outro drink na faixa. Mas para meus colegas, aquele sorrisinho era sinônimo de um casamento. kkkkk
Elas sempre pediam para o acompanhante delas levantar e buscar bebida no bar, jamais ela ia sozinha ou ia junto com ele. E nesses momentos, esses prazos de 5 e 10 min, é onde ela flertava com muitos outros homens. O cara saia da mesa para buscar mais bebida para ela, e ela levava aquelas bulinadas do cafa de leve, pra elas era como se estivessem numa sauna greco-romana.
Banheiro de deficiente físico sempre foi usado como quarto de sexo. Isso era unânime em todas casas que trabalhei e eventos que fiz, era só jogar um "café" na mão do segurança, que o próprio segurança vigiava a porta pra não deixar ninguém interromper a trepada. Aqui era onde muito cara com físico bom e pouca grana, algumas vezes ganhava a noite. Ele não precisava de carro, nem de levar no motel, nem nada, torava a menina na lá no banheiro e só dava uma gorjeta pro segurança. Havia vezes que garotas de programas trabalhavam discretamente nos eventos, em parceria com os seguranças. Elas davam uma grana pra eles, e ela fazia o trabalho. A mesma menina, que nem parecia puta, ás vezes transava com 3 ou 4 cara na mesma noite, sem ninguém nem desconfiar que rolava uma fita dessa lá dentro. Mas como nada fica discreto pra sempre, começou querer haver CONCORRÊNCIA, outras meninas também queriam, e aí começou virar bagunça até que o dono deu um jeito de cortar ameaçando os seguranças de demissão.
Muita gente FINGIA ficar bêbada pra ter desculpas para fazer merda. Isso eu via muito, e a maioria sempre era mulheres. Elas subiam na mesa, faziam danças sensuais, ligavam para ex, pegava no pinto do caras, traiam os namorados, enfim, fingindo completamente que estavam bêbadas. Eu sabia que era fingimento, porque eu tinha um certo controle de quem bebia no bar, dava pra saber o quanto a pessoa consumiu e tinha menina que tomava duas cervejas e começava a fazer merdas, só pra ter um monte de cara endeusando elas e poder fazer uma putaria "sem culpa". E quem fica bêbado com duas cervejas? Mas tinha muito idiota que caía.
Certa vez, trabalhei em um evento que veio uma Dj que era da Espanha, senão me engano. Não lembro o nome, mas era uma menina baixinha com trejeitos de sapatão, cabelos raspados do lado e tranças onde tinha cabelo. Quem é mais ligado em música eletrônica deve saber o nome, eu não lembro. (Ela é aquele tipo de dj desconhecido no país onde mora, mas quando vem pro Brasil, faz sucesso, porque brasileiro é lambe-saco de gringo.) Eu sei que foi um evento que todo mundo quis ir, mas o lugar estava lotado, ingressos caros e etc. Havia uma menina que estava lá dentro, mas queria passar mais cinco amigas pra dentro da festa na faixa. O segurança não deixava. Até que uma delas ofereceu um boquete pra ele. Não foi nem o cara que pediu. A própria menina ofereceu. Obviamente, ele não recusou. Deram um jeito de ir pro estacionamento da fazenda e mandou ver. Entrou as cincos. Depois vi essa mesma menina beijando um playboy na mesma festa, o que me embrulhou o estômago. E com o tempo, ela foi ganhando fama de boqueteira entre os seguranças, então toda festa grande, os caras quase saiam no tapa pra decidir quem ia ficar na portaria, porque já sabiam que ela ia aparecer por ali. Afinal, ela não tinha grana e não tinha jeito de entrar, mas queria estar no meio dos playboys. E ela virou figurinha marcada mas depois sumiu. Um belo dia, num pubzinho, eu tava na porta conversando com os seguranças, ela me desce do carro de mãos dadas com um playboy. O segurança cumprimentou ela, e ela fingiu que não conhecia(sendo que ela tinha um passado negro com ele). Cumprimentou apenas o dono do pub e falou que agora estava noiva do fulano de tal. O cara tinha grana, a julgar pelo carro que ele tinha na época. E depois nunca mais víamos ela nas festa, e quando ia, ia acompanhada dele.
Que fique claro que não estou querendo criar ódio por boates, é só um relato do que vivenciei. O cara que quiser ir, não se prenda no que eu falo não, só fique atento. Hehe
Parte 6 Fico feliz em saber que tem alguma utilidade minhas observações. É impressionante o que você enxerga por trás das coisas somente observando. Nem precisa ser clarividente. hehe
Com o decorrer do tempo vou dando um up aqui com as histórias banais.
Mas acho que o mais importante que eu queria ter compartilhado com vocês a respeito das boates, era a questão de como fraudávamos bebidas. Porque isso é algo que prejudica a saúde dos consumidores a longo prazo, e além de pagar caro por algo que você nem sabe o que é. É algo que me arrependo de ter feito, embora fosse meu trabalho, então eu sempre tento alertar as pessoas que vão em boates para ficar espertas nesse sentido.
As histórias das perícias femininas são coisas bem baixas, praticamente histórias de filmes pornôs. Mas nada diferente do que acontece fora da boate, também.
Eu achava mais interessante o comportamento masculino do que o feminino, e aprendi muito observando caras que estavam caídos, usando a tal lógica reversa. Por exemplo, nas festas acontecem muitas frustrações, e na minha condição de barman, muitas vezes acabávamos fazendo um papel de ouvinte e psicólogo. Muitos homens bebem para amenizar as dores, e quando encontram alguém para ouvir os problemas deles, os caras desabam. Geralmente, esse alguém é o barman, o garçom... Ninguém do outro lado do balcão, nem os próprios amigos do cara, o acolhem nesse momento. E aqui vivenciei muitas situações constrangedoras, de caras enormes de tamanho, chorando feitos beberrões na minha frente. Era engraçado, porque eu sou um cara pequeno e mais duro emocionalmente do que eles(que em teoria, pareciam ser os caras mais frios do mundo) . hehe
Eu não podia fazer muita coisa a não ser ouvir e guardar aquelas histórias como experiências. Eu praticamente nunca consegui ajudar nenhum cliente. Todos eles queriam ouvir que a esposa era exceção, que mesmo traídos deveriam dar segunda chance, que ele era o errado da história, etc. Nenhum aceitava qualquer ponto de vista diferente em que a sua companheira fosse uma pessoa ruim. E ás vezes, discutiam comigo defendendo a esposa após eu aplicar pequenas injeções de real. Mas com tempo percebi que era inútil tentar salvar alguém, porque existe homens que se acomodaram a viver numa lama emocional que tem até medo de sair dali. Eu no máximo consegui algumas amizades, que me ajudaram depois a arranjar outro emprego melhor, mas, os caras infelizmente vivem a mesma vida que levavam, com migalhas emocionais, dores profundas e um depressão que eles tentam abafar com bebida, gerando lucro pra alguém que se aproveita da fraqueza emocional desses mesmo caras.
Acho que se o cara assimilou bem a real, é esperto, tem uma grana pra gastar que não vai fazer falta, tem problema nenhuma ir em boate. O único problema que vi mesmo é o cara pobre que se endivida achando que vai ter sexo fácil ou o ingenuo que vai achando que vai encontrara mulher da vida dele lá.
submitted by galoccego to brasilivre [link] [comments]


2020.06.10 05:39 allydunno Completamente perdida no vazio.

Aviso: desabafo muito grande e desorganizado cronologicamente e até ortograficamente. Sei que já exclui esse post várias vezes e coloquei novamente, peço perdão.
Não tenho tanto a reclamar da minha vida apesar de não querer ela, ela nunca foi extremamente ruim, tive os brinquedos que queria e de início uma família reunida. A memória mais vivida que tenho é do bullying. Entrei em uma escola aos 11 anos e foi lá que tudo começou a desandar. Fiz um grupo de amigas inicialmente que no fim eram tudo menos minhas amigas de verdade. A minha "melhor amiga" nesse grupo sempre teve problemas psicológicos (tinha problemas com a aparência dela) e sempre tentei ajudar apesar de ser bem ingênua na época mas, acho que não fiz o suficiente ou talvez não tenha sido uma amiga boa o suficiente. Ela dizia na minha cara que me odiava, me fez sentir mal muitas vezes mas ainda sim eu sentia compaixão e empatia por ela, não por pena mas sim porque eu a considerava minha amiga de verdade. Ela chegou a quase me enforcar um dia na escola, e depois passei a entender que talvez ela me odiasse de verdade. Um dia disse que se ela morresse a culpa seria minha e até hoje eu simplesmente não consigo esquecer isso. Não quero pintar ela como a vilã pois sei que ela estava lidando com conflitos internos mas ainda sim, a forma como fui quebrada e estraçalhada nessa amizade é irreversível. Sofri bullying por outras garotas na escola, minhas outras duas amigas desse grupo me humilharam algumas vezes e foi nessa escola que fui literalmente um objeto para satisfação alheia, não importa o quanto aquelas pessoas me machucassem eu ainda estaria ali por elas firme e forte. Eu passei a me arrastar para ir a essa escola, tomava remédios de ansiedade porque toda vez que eu via aquelas pessoas eu ficava extremamente ansiosa (tive problemas físicos com isso), nunca contei nada a minha mãe e para minha vó porque nunca achei que fosse importante. Inclusive gostei de um garoto (perto do meu último ano nessa escola, passei 4 anos lá) mas hoje em dia me pergunto se gostei dele de verdade ou se senti isso porque todos falavam que a gente dava certo junto, e bem, eu queria agradar todo mundo né?...
Aos 15 anos fui para outra escola começar o ensino médio, de início foi incrível uma das melhores coisas, perdi grande parte da minha timidez e parei de tomar remédios para ansiedade. Comecei a gostar de outro menino e com ele tive meu primeiro namoro e meu primeiro beijo, no começo foi mágico mas depois tudo começou a desandar. Ele queria me forçar a fazer sexo/a ter desejos sexuais, me criticava por não conseguir demonstrar meus sentimentos e afirmava que eu não o amava por causa disso tudo. Me destruiu psicologicamente pois me fez perceber o quão fraca e covarde eu sou. Foi nesse mesmo ano que me machuquei pela primeira vez. Novamente, achei que não era importante então não contei a ninguém.
No mesmo ano comecei a gostar de um garoto, um garoto que me amava de verdade, um garoto que teve uma decepção amorosa anterior e que se tornou meu melhor amigo. Em pouco tempo a gente se aproximou, demais. Beijei ele mas decidi acabar tudo antes de começar porque tive medo, medo de machucar ele assim como eu me machuco, medo de não demonstrar sentimentos e ele se decepcionar, medo de perder tudo. Ele se afastou e parou de falar comigo para sempre, até mudou de escola, me senti a pior pessoa do mundo e me sinto até hoje. Novamente não achei importante, fiquei calada
No ano seguinte, no meu segundo ano do ensino médio, comecei a namorar um garoto que todos falaram que não valia nada mas eu precisava desesperadamente de alguém para me ouvir, me abraçar e ele pelo menos disse que faria isso, mas nunca o fez. Lembro até hoje do dia que tive uma crise na escola (por causa de uma briga familiar) e ele ficou do meu lado olhando o celular o tempo inteiro, me senti uma ridícula por estar chorando e sendo uma namorada ridícula e fraca. Ele também insista na questão do sexo e até chegamos a fazer certas coisas nada muito além mas fiz apenas para agradar, não me sinto bem até hoje com isso. Novamente, fiquei calada.
No final do mesmo ano, tive outro relacionamento, fomos amigos de início mas logo começamos a namorar, de início foi bom -como sempre- mas conforme o tempo foi passando tudo piorou. Ele também insistiu na questão do sexo e bem, foi nesse relacionamento que sofri com estupro e diversos outros toques que me incomodaram. Certos toques eu simplesmente deixei porque ele gostava então achei melhor, melhor para ele mesmo eu não me sentindo nada confortável. No estupro, não tinha muita força para entender e minha mente se tornou um clarão mas impedi ele de ir bem além porque sei que ele iria. Estou com esse menino até hoje porque não consigo terminar, tenho medo, medo de machucar ele parece ridículo mas é verdade, me tornei dependente emocionalmente e mesmo querendo muito terminar não consigo fazer isso, agora irá demorar mais ainda com a quarentena. Enfim, não achei nada disso importante suficiente para falar então fiquei quieta.
Houveram outras coisas no meio desses anos, no meu último ano do fundamental meu pai se separou da minha mãe e nunca mais apareceu, não fala comigo, tentou tirar a casa que eu, minha mãe e meu irmão moramos, passou a viver com a nova família dele, não teve coragem de falar comigo nem para dizer que minha avó paterna havia falecido (isso aconteceu no finalzinho do ano passado).
Meu irmão (quando ainda eramos pequenos provavelmente uns 10 anos e ele uns 15) parou de falar comigo, talvez por raiva, tristeza, não tenho a mínima ideia hoje em dia só trocamos diálogos simples porque moramos na mesma casa, ele e minha mãe brigam várias vezes e parecem dois estranhos entre si ao invés de mãe e filho. Sinto falta dele e das conversas que tínhamos, do abraço dele, das risadas, dos momentos que tivemos mas hoje em dia ele está bem diferente, se tornou muito ganancioso e egoísta. Acho que não tive muita sorte com homens na minha vida sinceramente kkkk
Minha mãe e minha avó são os únicos motivos para eu continuar vivendo aqui, sei que as duas não suportariam viver sem mim então continuo aqui. Minha vó sempre se apoiou em mim e minha mãe também então não seria justo simplesmente fazer elas sofrerem por minha causa.
Me tornei um mar de angústia e desespero, me perdi de mim mesma, olho para o espelho e não sei quem está la mas sei que não tenho orgulho dessa pessoa. Sinto saudades da minha infância quando tudo era diferente, hoje em dia, me tornei destruída, sinto um grande vazio no meu peito. Já senti tristeza por mim, vazio, angústia, até mesmo ódio hoje em dia não sinto nada, sinto um grande vazio num imenso mar de solidão, angústia e silêncio. Não acho meus problemas importantes suficientes por isso nunca falo, acho que outras pessoas sofrem bem mais então não devo ficar falando sobre coisas fúteis como as minhas, falei aqui porque não conheço ninguém, ninguém me conhece e vocês serão como as pessoas que vejo na rua, prestarei atenção mas não nos veremos novamente por isso é mais fácil falar. Sinto essas coisas a muito tempo, desde pequena nunca contei nada para ninguém, talvez tenha sido influência do meu pai porque ele sempre foi uma pessoa fria então talvez me tornei assim também. Me acho um monstro por não conseguir sentir as coisas, faço praticamente tudo porque os outros querem me ver fazer ou gostam, usei diversas vezes roupas para agradar os outros, penteados para agradar os outros, enfim... Me perdi de verdade, não consigo mais organizar meus pensamentos porque tudo está se tornando um borrão. Sou extremamente racional então não irei tentar nada sério, apesar de pensar, me seguro aos meus pensamentos sãos. Talvez futuramente eu procure um psicólogo quando for maior de idade, assim não tenho que dar justificativas para minha mãe não estou preparada para contar tudo isso agora. Aos 17 anos me sinto extremamente perdida, não sei se irei conseguir amar alguém de verdade, não sei quem sou mais tenho apenas leves resquícios meus nesse borrão que eu vejo no espelho, não consigo falar o que sinto, sinto compaixão por todos menos por mim mesma, perdi minha humanidade comigo e não consigo mais encontrar, me sinto um objeto para satisfação alheia. Enfim, essa é só uma parte dos meus pensamentos desorganizados, nunca fui boa para escrever sobre isso mesmo, esse é meu desabafo sobre quase tudo.
Obrigada por ler, se estiver sentindo algo parecido comigo, pare um momento e olhe para o céu: olhar para as estrelas e sentir o vento gelado me ajuda às vezes, espero que te ajude também. ❤️
submitted by allydunno to desabafos [link] [comments]


2020.05.14 05:53 DreadOracle Uma vida fictícia

Nunca me faltou nada. Amor, carinho, conforto e apoio. Eu tenho tudo isso, então que direito eu tenho de me sentir tão vazio?
Quando criança, eu era apaixonado por criar estórias em quadrinhos, pouco me importando se haveria alguém para imergir no mundo que eu criei ou não. Ainda bem novo, eu e meu irmão começamos a brincar de interpretar personagens antes mesmo de saber que isso se chamava roleplay. Fizemos isso por longos anos, mas arrisco dizer que essa prática havia se tornado algo mais importante pra mim do que era pra ele. Eu não precisava de amigos, ou uma namorada (embora eu até desejasse uma), porque viver naquele mundo que eu e meu irmão criamos supria todas as minhas necessidades.
Até que começamos a brigar.
Na medida que amadurecemos, nossas ideias começaram a divergir. Eu, por ser mais novo, frequentemente me vi numa posição de submissão em que eu precisava aceitar o que me era imposto, apenas para não perder contato com aquele mundo que uma vez já chamei de lar. Mas eu só estava adiando o inevitável. Cedo ou tarde, chegaria o dia em que eu explodiria em ódio e ressentimento, arrebentando aquelas correntes que me aprisionavam no que havia se tornado uma relação psicologicamente tirânica. A semente da depressão foi plantada.
Prometi aos meus personagens, agora órfãos de um mundo, que os daria um lugar para viver. Nisso, escrevi um livro. Apresentei a minha história para alguns amigos que, para minha surpresa, gostaram muito do enredo; até que um desses acabou criticando duramente aquela obra que eu escrevi com tanto carinho: "Não curto historinhas de princesa da Disney". Como eu não tinha maturidade para lidar com críticas naquela época, eu olhei para meu trabalho e senti vergonha de mim mesmo. A partir dali, eu me comprometi a reescrever a estória até que ela estivesse bem distante de algo que pudesse ser chamado de "Disney". E foi assim que eu, depois de muito reescrever, subtraí todas as cores daquele universo mágico e o transformei em um império industrial esfumaçado, amaldiçoado pela praga e a indiferença dos ricos. O que antes era uma aventura cheia de conquistas, se tornou um passeio pela decadência humana. E ainda assim, eu não sinto orgulho do que eu criei.
Palavras não eram o bastante.
Obcecado por dar vida aos meus personagens, eu persegui o ramo artístico e me fascinei com as possibilidades da computação gráfica desde bem cedo. Antes mesmo das coisas darem erradas com meu irmão, eu já fazia meus primeiros joguinhos 2D com o Game Maker. Mas ainda assim, não era o bastante. Já fazem anos que eu me dedico a aprender modelagem, escultura e animação 3D, porque nada me traz mais satisfação do que vê-los respirando, piscando os olhos e andando. Então, se eu não puder ganhar a vida com isso, eu vou morrer tentando.
Mas ainda falta alguma coisa.
O único motivo pelo qual eu cheguei a pagar várias mensalidades de World of Warcraft era para poder me conectar com as pessoas através da interpretação de personagens (e porque eu amo draenaias). Vivenciei experiências incríveis que eu pensei ter morrido no mundo que eu havia criado com meu irmão. Mas também experimentei momentos ruins que me marcam até hoje. Meu deus, é só um jogo!, você deve se sentir tentado em dizer. Mas eu aprendi que coisas são apenas coisas, e que a diferença está no valor que atribuímos a elas. As imagens podem não ser reais, mas os sentimentos não são computação gráfica também. Parece óbvio, mas eu precisei de uma terapeuta para me dizer isso, porque eu nunca quis aceitar o impacto que o mundo irreal tinha sobre mim. Na verdade, eu nem gosto de chamar isso de "irreal", porque isso seria negar qualquer forma de experimentar essas realidades apenas por não serem palpáveis.
Enfim, eu me frustrei com World of Warcraft.
Meu último projeto no Game Maker foi um joguinho simples voltado para interpretação de personagens, onde você carrega uma imagem de fundo para representar o lugar onde a história vai se passar, usa fotos de avatar para representar os personagens, coloca sons de ambiente, música, e usa do teclado para tocar uma variedade de efeitos sonoros, desde passos até tiros de laser e magia. Nada muito complexo. Ah, e claro, tem um chat também, embora foi se tornando menos usado, já que eu e meu irmão sempre fizemos as vozes dos personagens, como se fossemos dubladores mesmo.
Mas dessa vez, eu estava lá, sozinho.
Usando uma foto minha em preto e branco, criei um personagem para representar a mim mesmo ali e, pela primeira vez em muito tempo, conversei com meus próprios personagens. Eu enlouqueci enfim, foi o que eu pensei. Sim, era eu conversando comigo mesmo. Eu criando e respondendo as minhas próprias perguntas, respeitando as crenças e personalidade de cada um deles. Alguns pareciam me desprezar, outros tentam me ajudar, preocupados comigo. Mas todos querem viver. Alguns mais, outros menos, todos anseiam por uma forma de se manifestar no mundo real, mas alguns sabem que minha sanidade está em jogo e respeitam essa condição que me torna dolorosamente humano. Minha psicóloga já tirou o peso da esquizofrenia das minhas costas, me dizendo que o que eu faço é chamado de Imaginação Ativa, uma forma de se comunicar com as figuras do inconsciente através de sua personificação. Ela até se mostrou bastante interessada no conteúdo desses diálogos, que eu passei a escrever e levar para as consultas. Se não fosse por ela, eu até hoje não me levaria tão a sério.
Estou cansado. Exausto.
A jornada à frente é longa, e tudo que eu tenho são essas vozes que eu personifiquei para me fazer companhia. Elas se tornaram minha ferramenta para suportar a solidão. As vezes me surpreendo e até me emociono com as coisas que eu "escuto". Me sinto mais acompanhado pelos meus personagens do que por muitas pessoas fisicamente presentes. Eu não sou um suicida em potencial, embora já tenha tirado meu próprio sangue, apenas para me sentir mais vivo. Só espero conseguir cumprir o meu propósito antes de ensandecer; quem sabe, transformando toda essa desgraça em entretenimento.
"A solidão não chega por você não ter pessoas ao seu redor, e sim por não conseguir comunicar as coisas que são importantes para você, ou por manter certos pontos de vista que os outros consideram inadmissíveis" — Carl Jung
submitted by DreadOracle to desabafos [link] [comments]


2020.05.04 16:30 kamov172 (Nofap) uma reflexão sobre a masturbação

Olá a todos!
Eu queria deixar uma reflexão para todas as pessoas que têm um passado como o meu, quero deixar conselhos, e ajudar as pessoas que estão na mesma situação.
Vou começar por falar um pouco sobre mim.
Sempre fui um rapaz normal. Tinha o meu circulo social, amigos, familia, e levava uma vida como quase toda a gente. Estava nos meus 10-11 anos e como todos nós, comecei a interessar-me por sexo e por relações sexuais. Era aquela altura em que era um tema que nos interessava, e a certo ponto, todos nós, ou quase todos somos introduzidos à pornografia. Quem é que nunca viu vídeos pornográficos não é verdade ?
Pois bem, o que a maioria das pessoas não sabe é que ver pornografia torna-se um cancro. Por volta dessa idade comecei a masturbar-me, tal como todos nós e levei essa rotina durante anos.
Aquilo que muitos não sabem, é que o cérebro adapta-se a tudo. A pornografia é um atiçador em especial do nosso circuito de recompensa: a Dopamina. A dopamina é libertada quando fazemos algo que gostamos, é a substância do prazer. Os estimulos da pornografia estão disponiveis com um simples clique, podemos ter uma "nova parceira", qualquer um de nós pode ficar a clicar por horas e experimentar muito mais estimulos em dez minutos do que qualquer um dos nossos antepassados puderam experimentar durante uma vida inteira.
O consumo excessivo (sexo ou masturbação) é o sinal do nosso cérebro primitivo de que nós conseguimos alcançar o "prémio evolucionário", os estimulos constantes saturam e a descarga de dopamina que recebemos é cada vez menor. Quantos casos de pessoas há que vêm pornografia hardcore ? Isso não é ao acaso. No inicio a maioria das pessoas procura pornografia leve, mas com o passar do tempo evoluem para algo mais perturbante.
Mas o que é que torna a pornografia tão especial ? Eu explico. Ao contrário do vício em comida ou até drogas, onde temos sempre um limite para consumo, não existe nenhum limite p´ratico para o consumo de pornografia, e aí é que reside o problema.
Explicação à parte, agora dirijo-me para as pessoas que se masturbam compulsivamente e vêm pornografia a mais, por acaso têm estes sintomas?
- Impotência copulatória (disfunção erétil), ser capaz de obter uma ereção a masturbar-se e a ver pornografia mas não com uma parceira real ?
- Ansiedade social ?
- Ansiedade ? Depressão ?
Aquilo que eu quero que vocês percebam, é que hoje em dia há um enorme aumento de jovens que relatam ter algum tipo de disfunção erétil, e isso não é ao acaso, o fácil acesso à pornografia faz com que tenhamos uma anestesia ao prazer. Eu próprio passei por isso, quando tive a minha primeira vez senti imensa dificuldade em ter uma ereção, já me aconteceu ele nem sequer levantar, o que as pessoas não associam é ao facto de que a maioria destas pessoas, inclusive eu, vêm demasiada pornografia e masturbam-se demais.
O Nofap é um movimento que foi criado depois de algumas pesquisas e estudos sobre a pornografia e o efeito que tem no nosso cérebro. O Nofap NÃO É um movimento que proíbe a masturbação, a masturbação NADA tem de mal, excepto, quando é praticada em demasia, e pior ainda quando é praticada com PORNOGRAFIA.
Os sintomas que muitas pessoas sentem, apesar de às vezes não se aperceberem deste problema/vício, é que 90% das pessoas que têm esta rotina ou tiveram durante anos têm graves problemas sociais, problemas psicológicos, falta de motivação, afinal, porque é que devemos ir atrás de parceiras reais quando podemos estar na cama, masturbar e ao mesmo tempo ver aquelas modelos top ? Quantos de vocês que levam esta rotina é que têm uma vida sexual ativa ? Quase nenhum certo ?
Esta é a minha experiência. Aos 16 anos descobri o Nofap, pesquisei, ví vídeos, artigos, li diversas opiniões e de certa forma relacionei-me com o problema que foi exposto, o consumo excessivo de pornografia e masturbação excessiva, e o modelo que o Nofap propõe para dar aquilo que o movimento chama de "Reboot" é parar durante 90 dias a masturbação e parar de ver pornografia.
A verdade é que muitas só percebem que têm um problema/vício quando tentam parar, e esse foi o meu caso. Nessa altura consegui passar mais ou menos 50 dias sem masturbação e pornografia, admito, foi díficil, e muitos de vocês podem brincar com isto, mas eu não me importo, aquilo que muitos brincam para outros pode fazer uma diferença brutal, senti uma melhora significativa nas minhas interações sociais, senti menos ansiedade, mais confiança, e sobretudo ao fim de tanto tempo sem masturbação e pornografia comecei a sentir que as mulheres na vida real me excitavam muito mais do que antes.
E isto deve-se a quê ? Quando paramos a masturbação e pornografia cortamos pela raiz uma das maiores fontes de dopamina. E nós somos caçadores de dopamina por excelência. É para isso que vivemos, é para isso que acordamos. Quando acabamos um projeto que nos demorou imenso tempo recebemos uma recompensa, a dopamina, e é isso que nos mantém motivados, focados para ter aquilo que queremos. Quando nos masturbamos e vemos demasiada pornografia recebemos tanta mas tanta dopamina que sentimos como se nada tivessemos a alcançar, afinal, eu consigo obter tanta satisfação sem fazer nada, porque raio haveria eu de ir atrás dos meus objetivos ? Quando cortamos esta fonte de dopamina, principalmente a satisfação sexual que é proveniente da masturbação e da pornografia, ao fim de um tempo o nosso cérebro adapta-se, e como seres sexuais que somos, estamos constantemente à procura de sexo, é natural. Percebam a diferença, quando nos masturbamos e vemos pornografia não temos a minima vontade de ir atrás de uma parceira real, quando cortamos essa rotina, aos poucos a sensibilidade volta, e começamos a prestar mais atenção às mulheres.
O que eu quero dizer é, a masturbação é saudável, quando praticada moderadamente.
A grande verdade é que a pornografia de nada trás de bom. Nunca pensaram porque é que a pornografia é grátis ? É fácil de chegar a uma conclusão.
Aquilo que vos quero dizer no fundo é que espero que este tópico por ser longo espero que ajude as pessoas que estão neste problema, e que comecem a ter noção de que a pornografia e a masturbação excessiva é prejudicial, e trás consequências.
https://www.youtube.com/watch?v=wSF82AwSDiU
Têm aqui um vídeo de um especialista que explica muito bem o que a pornografia muda no nosso cérebro, é uma palestra interessante e deviam ver.
Obrigado por lerem.
Cumprimentos.
submitted by kamov172 to desabafos [link] [comments]


2020.02.18 14:00 ebookrevenda Qual é o melhor local para vender artesanato pela internet?

Qual é o melhor local para vender artesanato pela internet?
https://preview.redd.it/1kt9thr7koh41.png?width=660&format=png&auto=webp&s=3f56c2b12c41fca0f46659ab29264e096d24260e
Hoje na internet você tem uma grande facilidade para realizar vendas e negócios, existe uma diversidade de sites onde você pode anunciar o seu produto ou serviço e vender de forma bem fácil, sites que dispõe de formas de pagamento como cartão de crédito, boleto, boleto parcelado, entre outras, Todos esses benefícios proporcionam a você uma forma bem simples de se negociar online.
A grande questão das vendas online é a grande concorrência que temos Porém isso é balanceado pela grande procura que também temos, e o que destaca as pessoas que mais vendem de pessoas que realizam vendas ocasionais são as formas de divulgação, quanto mais experiência você tiver em realizar divulgações online mais vendas Você será capaz de realizar, isso realmente é algo e vai influenciar muito.
Se tratando de divulgação você pode optar por pagar agências para fazer isso para você, porém você pode fazer isso gratuitamente anunciando por exemplo em site de classificados, existe uma centena deles espalhados pela internet, vi outras resposta citando sites como OLX, MercadoLivre, entre outros, Porém você não deve se apegar somente a estes sites. Veja a dica baixo:

https://preview.redd.it/3zvuxag8koh41.png?width=1280&format=png&auto=webp&s=0d4fb8b116e76e2e0f808b32194b6dd950831642

DICA: DIVULGAR MAIS RÁPIDO EM SITES DE CLASSIFICADOS


https://preview.redd.it/bqtxq639koh41.png?width=637&format=png&auto=webp&s=33b33a115272e08b5a80bfde2437a630b013c66c
Existem programas que podem te ajudar a divulgar mais rapidamente em sites de classificados, conhecido como (PCG Programa Classificados Grátis) esse programa é um agregador de sites classificados grátis, O programa tem uma lista com mais de 250 sites de classificados cadastrados em sua base, você vai clicando nos botões do sites o programa Vai visitando o site e preenchendo todo o seu anúncio automaticamente você somente tem que ir confirmando os anúncios, em média enquanto uma pessoa consegue anunciar em 20 ou 30 sites por dia, usando esse programa você consegue anunciar em mais de 250 sites, além do medicamento da vantagem de ter todos os sites atualizados no programa, E também o controle de seus anúncios realizados e Fácil gerenciamento.
Uma das vantagens de se usar o (PCG Programa Classificados Grátis) é que sempre que você faz um anúncio com determinado título esse anúncio passa aparecer nas buscas do Google e de outros buscadores assim como o Yahoo buscas e sempre que alguém Pesquisar pelo título semelhante ao que você anunciou vai acabar encontrando o seu anúncio, dessa forma você não ganha as visitas apenas dos sites de anúncios, a grande vantagem é que você ganha as visitas também vindas dos buscadores.
Vale muito a pena dar uma olhada no software, com ele você pode obter grandes resultados, Além lógico da automação.

https://preview.redd.it/e10uivp9koh41.png?width=1280&format=png&auto=webp&s=b39cf5b3243e1b0628aff24ebbdc5a175dff2f2c

DIVULGAR ARTESANATOS NAS REDES SOCIAIS


https://preview.redd.it/who27tcakoh41.png?width=380&format=png&auto=webp&s=d5d31bffb51459a92981d12755f3a6ea2000115f
Com Total certeza divulgar os seus artesanatos em redes sociais é algo que pode trazer também um grande retorno, veja um simples exemplos disso: vá até o seu Facebook e na aba de pesquisa digite “artesanato” depois Clique na opção grupo.
Você vai ver que uma grande lista de grupos relacionados à artesanato vai ser listada, você pode participar de todos esses grupos ativamente, mandando mensagens, postando fotos dos seus artesanatos, interagindo com outras pessoas que de fato Estão interessados em artesanato, isso vai possibilitar que você realize negociações com essas pessoas bem mais facilmente.
Você pode contar também com a automação para fazer isso, não precisa ficar o dia todo clicando em participar de grupos ou postando sua mensagem manualmente em cada um dos grupos que você vai participar, pesquise por: “Software AutoFace” e você vai encontrar um programa que realiza postagens em grupos do Facebook, você pode postar em centenas de grupos diariamente, por exemplo basta carregar uma imagem do seu artesanato e deixar o software postando nos grupos, no final do dia você vai ver que terá muitos contatos.

https://preview.redd.it/hq3nge3bkoh41.png?width=1280&format=png&auto=webp&s=1dd7e34ae778b99332712172d420d21b00e678e9
De coração espero que as dicas tenham sido úteis, desejo muito sucesso nas divulgações de seu artesanato e que você consiga realizar várias vendas, agradeço muito se puder deixar um voto positivo essa resposta ou até mesmo compartilhar, fico de Fato muito grato. sinta-se à vontade para comentar, se tiver alguma dúvida sobre a divulgação irei responder com satisfação, abraços e até uma próxima oportunidade.
Arquivada em:
http://onlinerenda.com.bblog/qual-e-o-melhor-local-para-vender-artesanato-pela-internet.html
submitted by ebookrevenda to MarketingDigitalBR [link] [comments]


2019.12.31 03:34 Rubens322 Suplementos podem ajudar sua vida sexual?

Suplementos podem ajudar sua vida sexual?

casal feliz na cama.
Isso acontece com quase todo mundo: sua vida sexual diminui e flui. a fonte deste artigo diz que a idade, saúde e como você se sente sobre seu relacionamento podem ter um impacto.
Em algumas situações, estimulantes sexuais podem ajudar. Mas você precisa olhar primeiro para o quadro geral. Não tenha vergonha de dizer ao seu médico o que está acontecendo.
“Antes de experimentar uma erva ou um suplemento, pense no que você pode adicionar ou subtrair da sua vida: exercício, perda de peso, tratamento de uma condição ou mudança de medicamento. Tudo isso pode ajudar ”, diz Adriane Fugh-Berman, MD, professora associada de farmacologia na Universidade de Georgetown.
A maior parte da atenção sobre sexo e suplementos se concentra nos homens. Mas o que pode funcionar para um homem não necessariamente funciona para uma mulher, diz Fugh-Berman. Ambos os sexos têm opções.

Para mulheres

Ferro: Se você tem pouco ferro, pode diminuir a libido. Isso inclui desejo, excitação, lubrificação e capacidade de ter um orgasmo.
Em um estudo, as mulheres notaram melhorias depois que tomaram ferro para corrigir a falta desse nutriente.
Muito ferro faz mal para você. Mais de 20 miligramas de ferro por dia podem causar constipação e outros tipos de dor de estômago. Mais de 60 miligramas de uma só vez podem ser fatais.
Tribulus terrestris é uma planta mediterrânea produtora de frutas, coberta de espinhos. É também chamado de videira de punção.
As pessoas usam o fruto, a folha ou a raiz da planta do tribulus como remédio. Algumas formulações também incluem outros ingredientes.
Em um pequeno estudo, mulheres com baixo distúrbio do desejo sexual tomaram 7,5 miligramas de Tribulus terrestris todos os dias durante 4 semanas. Eles disseram que estavam se saindo melhor com seu desejo, excitação, lubrificação, orgasmo e satisfação, e tiveram menos dor durante o sexo.
A maca , também conhecida como ginseng peruano, é um vegetal de raiz sul-americano. Se você estiver tomando um antidepressivo que faz você perder seu desejo sexual, a maca pode ajudar, de acordo com um pequeno estudo.
"Por ser uma comida, provavelmente é seguro tentar", diz Fugh-Berman. Mas ela recomenda que você pule se tiver um câncer ou condição sensível ao estrogênio, pois isso poderia aumentar seus níveis de estrogênio. Se você tiver efeitos colaterais sexuais causados ​​por antidepressivos ou qualquer outro medicamento, pergunte ao seu médico se você pode mudar seu medicamento antes de usar um suplemento.

Para Os Homens

Os suplementos geralmente visam problemas de ereção, o que pode acontecer por várias razões médicas, incluindo alguns medicamentos para pressão alta ou depressão.
"A solução é provavelmente uma discussão com seu médico sobre se existem alternativas aos seus medicamentos que ajudarão", diz Josephine Briggs, MD, diretora do Centro Nacional de Saúde Complementar e Integrativa.
O seu médico também pode informar se isso ajudaria a melhorar sua dieta, exercício e peso.
Se você quiser experimentar suplementos, pergunte ao seu médico se isso seria bom para você.
L-arginina é um aminoácido, que são os blocos de construção das proteínas. No seu corpo, ele se transforma em óxido nítrico. Em um estudo, cerca de um terço dos homens que tomaram 5 gramas por dia durante 6 semanas tiveram ereções melhoradas.
“A disfunção erétil é causada em parte pela [má] circulação peniana. O óxido nítrico faz com que os vasos sanguíneos se dilatem [aumentem], então há alguma justificativa para a L-arginina ter algum efeito ”, diz Briggs.
O suplemento pode causar dores de barriga, inchaço, diarréia e outros efeitos colaterais. Também pode causar uma reação alérgica grave ou piorar os sintomas de pessoas com asma.
Propionil-L-carnitina: Seu corpo produz esse aminoácido. É importante para o metabolismo. Como complemento, pode ajudar a tornar o sildenafil (Viagra) mais eficaz para homens com diabetes e disfunção erétil. Um estudo testou essa idéia em homens que tentaram sildenafil pelo menos oito vezes sem sorte. Quando eles adicionaram 2 gramas de propionil-L-carnitina por dia ao seu plano, obtiveram resultados.
"A carnitina melhora o fluxo sanguíneo", diz Fugh-Berman. “Também foi testado em homens com doença de Peyronie, que é uma doença do pênis dobrado. A L-carnitina reduziu a dor e pareceu fazer a doença progredir mais lentamente. ”
Os efeitos colaterais podem incluir dor no peito, náusea, vômito e dor de estômago. Também pode fazer com que seu suor e urina cheguem a peixe.
A niacina é uma vitamina B que aumenta o seu nível de colesterol "bom". Em um estudo, homens com colesterol alto e DE moderada a grave que tomaram 1.500 miligramas de niacina por 12 semanas tiveram melhorias.

Para os homens continuou ...

Tenha cuidado, no entanto. Doses muito altas podem prejudicar o fígado e causar problemas cardíacos, de pressão arterial e urinários.
SAM-e: Depressão pode prejudicar sua vida sexual. O tratamento (terapia, exercício e, para algumas pessoas, medicação) pode ajudar. Mas alguns antidepressivos também podem diminuir sua libido.
SAM-e (S-adenosilmetionina) é uma substância química produzida pelo seu corpo. Alguns estudos mostram que isso pode ajudar a depressão leve a moderada sem efeitos colaterais sexuais. Também pode aumentar os efeitos de alguns antidepressivos prescritos.
Não misture SAM-e com seus antidepressivos sem a supervisão do seu médico. Tomar o suplemento junto com alguns antidepressivos pode causar efeitos colaterais graves. Altas doses podem perturbar seu estômago e causar insônia, tontura e dor de cabeça.
Yohimbine: Este suplemento de ervas vem da casca de uma árvore nativa da África Central. Pode melhorar o ED. Mas nem tudo são boas notícias.
"É o mais eficaz [suplemento para disfunção erétil] e o mais problemático", diz Fugh-Berman.
“A ioimbina pode causar pressão alta, palpitações cardíacas, dor de cabeça, ansiedade e tontura. É um problema em pessoas com problemas psiquiátricos e interage com muitos medicamentos ”, diz Fugh-Berman. "Eu não recomendo."

Para mulheres e homens

Panax ginseng (ginseng asiático) pode aumentar o desejo sexual em mulheres na menopausa. Em um pequeno estudo, as mulheres viram melhorias depois de tomar três cápsulas de 1 grama todos os dias durante 2 semanas. Também pode ajudar a melhorar a função erétil nos homens. Os estudos normalmente usam doses de 900 a 1.000 miligramas duas a três vezes ao dia.
Pode causar insônia. Portanto, não tome ginseng se tiver problemas para dormir. Os efeitos colaterais menos comuns incluem períodos dolorosos para as mulheres e diarréia.
Se você está com pouca energia sexual, converse com seu médico sobre suas preocupações. Pode haver muitas causas diferentes e elas são tratadas de maneira diferente. Potenciadores sexuais podem ter efeitos colaterais. Discuta sua situação específica com seu médico primeiro.
Lembre-se de que o FDA não exige suplementos para provar que eles são seguros, eficazes ou contêm o que dizem no rótulo. Você pode procurar um selo de aprovação de grupos que verificam os ingredientes dos suplementos. Isso inclui a Convenção Farmacopeia dos Estados Unidos (USP) e a NSF International.

Para mulheres e homens continuou ...

Além disso, siga a dose exatamente. "A garrafa diz: tome um comprimido e as pessoas tomem quatro", diz Briggs. "Qualquer produto desse tipo deve ser usado com cautela e a rotulagem deve ser levada muito a sério."
Sempre informe ao seu médico o que você está pensando em tomar, caso isso possa afetar sua saúde ou qualquer medicamento que você tome.

Fonte!
submitted by Rubens322 to u/Rubens322 [link] [comments]


2019.08.24 01:12 heymanos Troquei de emprego e estou odiando, sai de um ótimo e fui para um horrível

Pois bem, estava em uma empresa com uma cultura e pessoas incríveis, um ambiente acolhedor, animado e onde podia desenvolver meu trabalho e ser quem eu sou sem nenhum preconceito ou medo de ser feliz.
Fiz amigos, gostava do meu trabalho, era bom e me sentia realizado. O salário era ótimo para o meu cargo, a empresa é reconhecida no mercado e a cada dia aprendia com pessoas motivadas, proativas e dispostas.
Agora você deve estar se perguntando, se era tão bom, por que você saiu?
A começar pela atividade. Trabalhava em uma area que não era compatível com que aprendia na faculdade. Curso economia, meu trabalho era mais voltado para a area juridica. Meu contrato estava acabando e embora a empresa registrasse lucro atrás de lucro, estavamos em momento de corte. Naquele momento, a automatização era intensa.
Eis que surge uma oportunidade para uma empresa no mercado de capitais, estava próximo de realizar um sonho. Durante esse ano estava aprendendo sobre investment banking, valuation, corporate finance e também consegui certificações. Naquele momento era tudo o que queria.
Realizei a entrevista, passei em todas as fases e fui aprovado. Passar nessa empresa, não estudando numa puc, USP ou fgv, foi como ganhar na loteria. Minha faculdade é uma uniesquina gourmet, nao temos tradição no mercado financeiro. Ter conseguido a vaga diante da situação em que vivia, foi mágico.
No início do trabalho estava empolgado. Havia o sentimento de novidade, de descoberta, a satisfação de realizar um desejo antigo. Senti-me feliz por poder utilizar o que aprendo na faculdade.
As pessoas eram boas, dispostas a ajudar, engraçadas, um ambiente descontraído. Essa foi minha primeira impressão
A principio estava no paraíso. Até perceber que as vezes até o paraíso pode parecer o inferno.
Não tardou muito até perceber que o estereótipo do mercado financeiro, de ser um ambiente frio e estressante, muitas vezes vazio, era verdadeiro. Muitos amigos e conhecidos diziam o contrário. Imaginava que essa ideia estava restrito ao passado. Estava errado.
Passada minha lua de mel, a galera começou a transparecer suas reais faces. Não havia disposição para ser ajudado. Por me deixarem sem supervisão ou mesmo ajuda, muitas vezes errei. Nisso tomei em dois meses mais broncas do que ja tomei em toda minha carreira profissional. Minha confiança foi minada. Por horas travo e não consigo responder perguntas simples. Sinto-me muito retraido em perguntar. Basicamente toda motivação e desejo que tinha no início sumiram.
Diante disso, minha vida pessoal ta indo por agua abaixo. Minha ansiedade aumenta, não consigo focar na faculdade, meu ciclo de sono está super desorganizado e ainda por cima não sinto vontade de fazer coisas que Antes gostava.
Não tenho vontade de acordar para ir trabalhar. Sei que vou chegar lá e não vou me sentir como membro da equipe. Sei que vou chegar lá e não vou ter um bom ambiente para trabalhar. Sei que vou estar em um ambiente não muito receptivo.
Depois que vim para essa empresa, passei até mesmo a questionar quem sou. Lá me sinto outra pessoa. Geralmente costumo ser alegre, extrovertido, pró-ativo e disposto. Isso engloba desde a vida pessoal quanto minha vida profissional.
Mesmo com tudo isso, ainda recebi um feedback positivo do meu chefe, aliás, dele não tenho o que reclamar. Sei que deveria falar com ele sobre isso, porém sei que se assim fizer, minha relação com os demais vai piorar, e com certeza o ambiente vai piorar.
Eu não sei o qhe fazer. Pensei em continuar e aguentar... Mas nao sei se aguento tudo isso sem surtar. Por horas ja tenho vontade, as vezes vivo no limite. Minha saude mental e até mesmo física está piorando.
Por outro lado, penso em sair e aceitar que esse trabalho e em certa medida o setor não é para mim. Eu não pago faculdade, sou bolsita, tenho uma grana guardada e só estou pagando o celular. Mas sei que se fizer isso, vou ter meu currículo manchado.
Eu to muito mal com isso tudo. Pensei de qualquer forma em buscar terapia, pode me fazer bem. Porém pensando mais a fundo, fico na dúvida se devo continuar ou sair. Pensei em esperar mais um mês e deixar as coisas fluírem. Não sei ao certo....
Desculpem esse wall of text. Precisava desabafar, pedir ajuda e ouvir algumas opiniões. Desculpem pelo texto maul formatado, ma escrito. Só precisava tirar um pouco desse peso.
Obrigado
submitted by heymanos to desabafos [link] [comments]


2019.08.11 01:39 AntonioMachado [1895] V. I. Lénine - Friedrich Engels

Artigo: https://www.marxists.org/portugues/lenin/1895/mes/engels.htm#tn64
submitted by AntonioMachado to investigate_this [link] [comments]


2019.07.23 03:50 triunfei_ Como poupar na Disney

As férias no Walt Disney World são uma das melhores experiências mágicas de fuga que você pode planejar. Também é muito caro se você não planeja com cuidado. Planejamento insuficiente e excessivo também é um perigo para a sua capacidade de aproveitar o tempo que você trabalhou tanto. A pressão para tirar o máximo proveito de sua viagem é quase inevitável, mas com algumas estratégias simples e dicas para economizar dinheiro, você pode ter um tempo livre de estresse.
Economize dinheiro, respire com facilidade.
Viagem e Acomodação:
Nunca é cedo demais para começar a planejar as férias que você já sabe que vai levar. Verifique a passagem aérea no horário em que deseja viajar e veja se consegue encontrar datas com tarifas especialmente baixas, por exemplo. Metade da semana, ao contrário de um sábado ou domingo. Pesquisando em um site de reserva de desconto, como Travelocity ou Bookit.com é excelente, mas não se limite a apenas um. Tome seu tempo não se apresse, nós nos apaixonamos por três hotéis antes de encontrar um grande desconto em um deles. Não deixe de ler as opiniões dos clientes sempre que puder.
Além disso, saiba quanto você quer que suas férias custem. Gastar dinheiro com um orçamento é muito mais despreocupante do que administrar despesas rapidamente. Espere pagar muito pelo alojamento, alimentação, transporte, etc. Não se esqueça dos táxis, eles são caros e é melhor planejar usá-los uma ou duas vezes.
Reservar um hotel com um voo é geralmente uma poupança de dinheiro. Enquanto nós recomendamos ficar em um dos muitos hotéis temáticos da Disney, existem alguns bons hotéis que não são da Disney, apenas fora Lake Buena Vista, que irá poupar dinheiro. Os hotéis da Disney World contam com ônibus para transportar os hóspedes pela vasta extensão de terra. hotéis externos oferecem serviço de transporte gratuito é muito confiável e alguns são apenas uma curta caminhada do Downtown Disney, um lugar livre com atmosfera Disney e uma ampla gama de opções de refeições. Se você está olhando para um dos hotéis de baixo custo da Disney, uma oferta especial em um estabelecimento diferente da Disney pode ser uma melhoria.
Comida:
Outra vantagem de ficar fora dos limites da propriedade da Disney é a opção de não estar na Disney World. Você vai precisar de tempo livre para relaxar, passear pelo resort e talvez até se recuperar em seu quarto por um dia. Parece um desperdício, mas você será muito grato depois de chegar a dois ou três parques em uma fileira. Nos dias de folga, você pode visitar os restaurantes que não são Disney, orçamento amigável e estoque sobre lanches em Walgreen que pode levar para os parques mais tarde. Uma noite, temos Olive Garden e comemos no nosso quarto. Às vezes, temos Q doba, que é muito semelhante ao Chipotle. Como parte do seu planejamento, é bom começar a solicitar cartões-presente que você possa usar na viagem. Qualquer ocasião para doar pode ajudá-lo com seu orçamento e aliviar a pressão de planejar onde comer. TGI Fridays é outro lugar que freqüentamos, porque tínhamos cartões de presente, eles eram um salva-vidas. O jantar é um prato que é melhor servido perto do seu quarto.
Ao planejar suas refeições em ambientes fechados (parques), certifique-se de considerar seus hábitos alimentares para um orçamento realista. Comece alto e veja o que pode ser eliminado à medida que você se aproxima da faixa de preço desejada. É surpreendentemente fácil gastar menos quando você traz sanduíches preparados e garrafas de água em uma mochila. O serviço contador economiza tempo e dinheiro, eliminando uma equipe de serviço e dá-lhe mais controle sobre o quanto você pede e o que você faz com ele. É fácil compartilhar e misturar itens à la carte para satisfação e a comida muitas vezes tem um preço mais baixo em um balcão do que o seu jantar nas contrapartes. Se você beber, orçamento para isso. Tome um limite e não vá mais longe. Disney World tem muitas ótimas cervejas e coquetéis. A cerveja tem um preço muito razoável na maioria dos lugares, mas o álcool em geral é ruim para os orçamentos. Fóruns da Web como o Disables são um excelente recurso para ver o que é oferecido em termos de preços e opções de alimentos. Você também pode determinar quando e onde você quer colocar o pequeno extra para uma boa refeição. Existem alguns restaurantes muito bons ao redor do resort para uma noite muito especial. Eles podem exigir uma reserva com seis meses de antecedência.
Há também o Plano de Refeições da Disney, no qual você paga antecipadamente em troca dos créditos que serão usados ​​em lanches, pratos principais e outros; isso é perfeito para as famílias.
Parques
Ao planejar quando e onde comer, este também é o momento perfeito para pensar onde você passará seus dias. Os parques oferecem passeios especiais e experiências que custam extra, mas que podem realmente fazer a sua viagem. Pessoalmente, nós amamos o tour Epcot água que permitiu mergulhar no enorme tanque de Seas bandeira com tubarões, tartarugas e outros peixes grandes. Epcot é o nosso parque favorito e o tempo é facilmente dividido.
Recomendamos um mínimo de dois dias para o Epcot: One for Future World e pelo menos um para o World Showcase. Vá aqui para solicitar mapas personalizados gratuitos que ajudarão você a planejar como experimentar cada parque. O Magic Kingdom, apesar de seu tamanho, é muito manejável com a abordagem correta graças a um fluxo de tráfego e estradas convenientes. Um dia cheio de pessoas não é um dia de campo, mas você ainda pode fazer muito e ver todo o parque em um dia. Disney Studios é compacto e fácil, e você pode ter um bom dia lá, mas você pode querer voltar para mais. As principais atrações são restaurantes e shows temáticos, mas os poucos passeios que eles têm são alguns dos mais emocionantes de todo o resort. Ao escolher os dias para onde ir, considere os horários dos parques, incluindo os horários de entrada antecipada. Isso indicará a assistência projetada para o parque. Entrada antecipada e horas mágicas significam grandes números. Os parques têm diferentes projeções de atendimento, então procure por aqueles que não têm horário estendido.
Ter um conhecimento básico do terreno e do fator multidão são os primeiros passos para passar um tempo incrível em qualquer parque. Saiba quando e onde você planeja comer, mas (essa é a parte boa) permita-se mudar de ideia se houver outra opção que pareça melhor. Esta é a hora de aproveitar, então, se você fez sua lição de casa neste parque, você tem uma ideia de como navegar da maneira mais eficaz possível. Você já comprou tempo para parar e cheirar algumas das plantas exóticas e o ar perfumado de todo o complexo. O Fast Pass é outra fila fantástica (desculpe pelo jogo de palavras) Nem todos os jogos são oferecidos, mas encontre um que o faça e vá para lá imediatamente. Esse é um ótimo ponto de partida. O passe informa quando retornar. Você pode pensar que pode ir para a estrada enquanto não há linha, mas é melhor fazer outras coisas e esperar menos quando houver uma linha real.
Outro truque para ter calma é mostrar o conhecimento da programação. Se você quiser ver um show, você precisa planejar seu dia em torno, se isso acontecer, será bom saber quando e onde esperar o congestionamento ao longo das rotas desfile ou sai do teatro. Certifique-se de levar um show e um mapa do parque na entrada e, se você perdê-lo, não hesite em perguntar a outro membro do elenco. Como ex-membros do elenco da Disney, podemos afirmar com segurança que essa é provavelmente uma das grandes coisas que fizemos na maior parte do tempo.
Também vimos muitas pessoas se afastarem de uma atração com uma linha. A maioria das atrações publica tempos de espera definidos por um mostrador e tem uma janela de tempo mínima (por exemplo, 10 minutos), não importa o quão curta seja a espera. Se você estiver interessado em uma viagem, nunca recuse uma espera de dez minutos. Disney equipe é geralmente muito bom para mover as coisas em comparação com outros parques, assim que as linhas tendem a se mover mais rápido do que o esperado e as filas são normalmente concebidos para entreter e encantar. Eles não vão te matar como vagar em busca de algo para fazer.
Como eu disse antes, é importante relaxar quando você está lá. Confie na sua agenda e no seu orçamento, e certifique-se de oferecer um dia extra em um parque que realmente goste. cartões de presente são uma grande maneira de ajudar a taxas de admissão e refeições no parque, quando planear a sua viagem, considere quantos dias têm e onde você quer distribuir. Pelo menos dez dias é ideal se você quiser visitar os quatro parques. Lembre-se, você vai querer tempo livre durante a viagem e há muito para ver e fazer que não lhe custará nada. Explorar as razões de um belo hotel, fazer um passeio de barco ou um monotrilho em torno da Lagoa dos Sete Mares, passear Downtown Disney é gratuito e não as taxas de baixa renda para caiaques, pesca e passeios de carruagem nome cênica alguns. Planejar essas coisas é divertido e trabalhar em um orçamento prático é extremamente gratificante.
Primeiro cartão de crédito: Tentar obter seu primeiro cartão de crédito pode ser tão frustrante quanto tentar conseguir seu primeiro emprego. Os empregadores querem experiência, mas você não pode obter experiência a menos que alguém contrate você. Da mesma forma, um cartão de crédito é a maneira mais rápida de construir um bom histórico de crédito, mas sem um bom histórico de crédito é difícil obter um cartão de crédito. Confira nossa seleção dos melhores cartões de crédito com todas as informações neste este link cartões de crédito.
submitted by triunfei_ to u/triunfei_ [link] [comments]